Por Maria do Carmo, poetisa

Gente brava! Gente brasileira!

Gente que sonha e luta por uma “Pátria Ordeira”!

A Ordem e o Progresso é mera teoria?

O clamor dos teus filhos não te angustia?

Esta gente brasileira clama por respeito e dignidade!

A desigualdade gera os excluídos da sociedade!

Gente brava! Gente brasileira!

Gente que não apenas sonha!

Gente que cotidianamente labuta!

Labuta por justiça e igualdade!

Esta brava gente, clama por Indepedência e chora as mazelas sociais!

Independência! Usufruto dos Direitos que deveriam ser para todos iguais!

A Ordem e o Progresso não podem ser mera utopia!

A gente brava brasileira, luta!

Luta por uma vida digna para todos, não apenas para uma minoria!

Gente brava! Gente brasileira!

Gente que luta, resiste e persevera na conquista da “Independência Verdadeira!”

Sobre a autora

Maria do Carmo da Silva Santos é natural de Mutuipe-Ba; Licenciada em Geografia; Professora  na rede municipal em Santo Antonio de Jesus-Ba; Participação nas Antologias: O QUE É QUE A BAHIA TEM e A MATRIZ DA PALAVRA/O NEGRO EM PROSA E VERSO – (Litteris editora); 1º lugar no Concurso Poético Grande Prêmio Giuliano Ottaviani/Eclética World Itália – 2019; Autora do livro RETALHOS DE VIVÊNCIAS e Colunista no site de notícias TRIBUNA DO RECÔNCAVO.