A artista Gêiza Barreto, residente em Salvador, participa entre os dias 7 e 18 de outubro da I Coletiva do Clube de Artistas, exposição que acontece na recém inaugurada Casa Expo, galeria de arte com quase mil metros quadrados, localizada na Rua Oscar Freire, em São Paulo (SP). Quatro obras da artista estão expostas com outros 49 artistas de várias regiões do Brasil.

A exposição foi possível depois que a curadora, designer de interiores e galerista Adriana Scartaris e o galerista Eduardo Mônaco resolveram criar um grupo de WhatsApp reunindo artistas plásticos de todo o país. O grupo, intitulado Clube de Artistas, foi criado no intuito de promover artistas com qualidade técnica e criatividade, mas que ainda não tinham a merecida visibilidade.

Segundo Adriana Scartaris, a ideia surgiu quando, numa conversa com Eduardo, observaram a quantidade de paredes em branco que mereciam arte de qualidade e os artistas que produziam obras belíssimas, mas que ainda não tinham encontrado seu público. Começaram, então, a fazer livespelo Instagram para identificar artistas com o perfil adequado ao projeto. Pouco depois surgia a ideia da I Coletiva do Clube, que aconteceria em maio, mas teve que ser adiada para outubro em função da pandemia.

Com formação na área de Tecnologia da Informação, em que atuou por duas décadas, já tendo sido executiva em uma grande empresa, Gêiza Barreto estuda desenho e pintura desde 2003, mas foi apenas em 2016, durante um período sabático, que decidiu se tornar artista.

Assim que conheceu o Clube de Artistas, Gêiza se encantou com a proposta e passou a participar ativamente do grupo.

“A profissão de artista é, por vezes, solitária. Participar de grupos como o Clube de Artistas permite trocar experiências com artistas que estão em diversos estágios da carreira, de forma que todos evoluam. O fato de ser conduzido por profissionais experientes no mercado da arte traz, ainda, informações e oportunidades valiosas para o nosso crescimento profissional”, afirma.

Para essa exposição Gêiza levou obras de duas séries: “Retratos de Artistas”, em que homenageia artistas de várias linguagens que lhe inspiram, e “Oração”, em que retrata pessoas em momento de conexão com o divino.

Obras de Gêiza Barreto estão expostas com as de outros 49 artistas em São Paulo - noticias, literatura

Na foto, obras de Gêiza | Crédito: Aldri Zanetti

Além da mostra física, as obras da exposição podem ser conferidas no Instagram do Clube de Artistas (@clubedeartistasoficial), acompanhadas de resenhas escritas pelo renomado crítico de arte Oscar D’Ambrosio sobre cada artista participante.

O Instagram de Gêiza Barreto é @geizarte

Matéria editada pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM