O presidente Jair Bolsonaro afirmou que não tem “nada” a ver com o assassinato do guarda civil e militante petista Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu. A declaração aconteceu durante entrevista nesta segunda-feira, dia 11. “Agora, o que eu tenho a ver com esse episódio de Foz Iguaçu? Nada”.

Ao ser questionado sobre uma possível contribuição do atual clima político para um episódio como esse de Foz do Iguaçu, o presidente afirmou ser “contra qualquer ato de violência”. “Somos contra qualquer ato de violência. Eu já sofri um [ato] disso na pele. A gente espera que não aconteça, obviamente. Está polarizada a questão. Agora, o histórico de violência não é do meu lado. É do lado de lá”, afirmou Bolsonaro.

Marcelo Arruda foi morto na noite do último sábado, dia 09, durante a comemoração do seu aniversário de 50 anos. A festa aconteceu com um tema relacionado ao PT e ao ex-presidente e atual pré-candidato petista, Luiz Inácio Lula da Silva.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1