A partir do dia 30 de dezembro, novas regras para georreferenciamento de imóveis rurais passarão a valer. Isso foi o que informou o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). As mudanças estão previstas na segunda edição do manual técnico para georreferenciamento de imóveis rurais, publicado no dia 23 de dezembro.

Para a realização de desmembramento, remembramento, parcelamento, transferência de imóveis rurais e casos envolvendo processos judiciais de áreas a partir de 100 hectares a medida é obrigatória. Com as novas regras, poderão ser incluídas no trabalho de georreferenciamento novas metodologias de levantamento, como sensoriamento remoto com uso de drones.

De acordo com o órgão, os novos procedimentos não têm impacto imediato para os proprietários de imóveis rurais e com a mudança haverá mais possibilidades de medição, gerando economia na contratação do serviço para profissional responsável pelo trabalho de georreferenciamento.

Bahia Noticias