O ex-prefeito de Muritiba, no Recôncavo baiano, Roque Luiz Dias dos Santos, o Roque Isquem, responderá ao processo de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em liberdade. A revogação da prisão preventiva dele, com alvará de soltura, foi publicada nesta terça-feira, dia 01, pelo Tribunal de Justiça da Bahia. Roque Luiz, que foi preso em janeiro de 2018, é um dos alvos da Operação Adsumus, deflagrada pelo Ministério Público do Estado (MP-BA).

A ação investiga suspeita de fraudes na gestão de prefeituras do Recôncavo, como também Santo Amaro. Em Muritiba, a Adsumus apurou suspeitas de fraudes durante a gestão de Roque Luiz entre os anos 2013 e 2015. O ex-gestor é acusado de cobrar propina a uma empresa que operou o serviço de limpeza urbana na cidade.

Um empresário, identificado como Anderson Bela, acusado de receber a propina em nome de Roque Isquem também foi condenado por corrupção passiva e absolvido no crime de lavagem de dinheiro. Já o empresário Júlio Cézar Falcão, dono da empresa de limpeza urbana, foi inocentado no processo.

Bahia Noticias