O município de Maraú, no sul da Bahia, proibiu a realização de eventos devido ao recorde de casos de infecção por Covid-19. Ao todo, 290 pessoas estão infectadas na cidade, que tem pouco mais de 20 mil habitantes.

A medida é válida sob pena de uma multa de R$ 10 mil aos estabelecimentos que descumprirem a ordem do prefeito Manassés Santos (PP). Segundo a publicação, eles também ficarão fechados por 15 dias. Nos casos reincidentes, a suspensão será de 30 dias e a autuação valerá o dobro, ou seja, R$ 20 mil.

A vigilância municipal poderá pedir apoio da Polícia Militar da Bahia (PM-BA). “Os fiscais da vigilância sanitária estarão autorizados a solicitar apoio policial para fechamento imediato do estabelecimento que for flagrado descumprindo as ações ora decretadas, momento em que também será lavrada multa”, diz o decreto.

Redação: Metro1 | Informações: Correio