A Bahia soma, nos últimos três meses, 117 desistências de profissionais do Programa Mais Médicos. De acordo com dados do Ministério da Saúde, o estado é o segundo em número de vagas que ficaram em aberto, atrás apenas de São Paulo (181).

O número de desistências na Bahia representa 13,7% do total de 853 vagas preenchidas no estado após a saída dos médicos cubanos. O município de Cândido Sales foi o que registrou maior número de desistências no estado, quatro profissionais.

Em seguida, aparecem Brumado, Euclides da Cunha, Inhambupe e Serrinha, com três desistências cada. Na capital, Salvador, apenas um médico desistiu do programa. Em todo o país, o número de desistências é de 1.052 até o início de abril. O Ministério da Saúde informou que as vagas poderão ser ofertadas em novas fases do provimento de profissionais, ainda em análise pela pasta.

Bahia Noticias