Um terreiro de candomblé em Itaparica (BA) foi tombado como patrimônio artístico e cultural da Bahia. A medida – publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, dia 7, concede o título ao Terreiro Tuntum Olukotum.

Os estudos para a patrimonialização do terreiro foram produzidos pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), autarquia vincula à Secretaria de Cultura (Secult-Ba). Após a conclusão, o Ipac encaminhou o material ao Conselho Estadual de Cultura (CEC) para que fosse apreciado e encaminhado à Casa Civil para homologação do Governador.

Para Miguel Roque Filho, Fobaloju Olukotun do terreiro, esse título de patrimônio representa para toda a comunidade um reconhecimento justo. A Casa fica na Rua Principal do Barro Branco, na localidade de Ponta de Areia. O tombamento foi aprovado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) e pelo Conselho Estadual de Cultura.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: