Produtos derivados da mandioca como pães, biscoitos, sequilhos, bolos e beijus estão gerando renda para as famílias da comunidade de Olhos D’Água, no município de Ibotirama (BA), no Território Velho Chico. Com a venda das iguarias, as famílias chegam a faturar R$80 mil por ano.

No local, foi construída uma unidade de beneficiamento de mandioca totalmente equipada pelo Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva. Foram destinados R$196,7 mil ao Assentamento dos Assentados da Fazenda Olho D’Água dos Tanques, que também contou com a chegada de um carro utilitário para transportar os produtos e com o serviço de assistência técnica.

São 31 famílias beneficiadas, entre elas a da agricultora Valdelice Sousa. Ela conta que 17 pessoas trabalhavam em uma cozinha de quatro metros quadrados e que, antes do apoio do projeto, elas tinham uma produção limitada, devido à estrutura, com um faturamento em média de 30 mil por ano.

“Com nosso empreendimento de produção, hoje conseguimos trabalhar com todos os materiais para fazer nossos produtos com mais segurança e higiene. Nosso produto tem mais valor e mais qualidade e estamos crescendo com nosso negócio”, disse Souza.

Ibotirama: Produtos derivados da mandioca geram renda para agricultores familiares - noticias, ibotirama, bahia

Produtos produzidos na comunidade de Olhos D’Água | Divulgação – SDR/CAR

Hoje, são beneficiadas cerca de quatro toneladas de mandioca por mês na unidade. Os produtos são vendidos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e para os estabelecimentos da região.

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: SDR/CAR