O Grupo de Teatro da Polícia Militar apresentou na tarde de terça-feira, dia 5, a peça “África, um conto cantado” na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, no largo do Pelourinho.

A peça, que retrata a história e o legado de grandes civilizações africanas, é escrita, produzida e interpretada por policiais militares atores. Tendo a primeira apresentação sido realizada em novembro de 2016, o espetáculo já foi visto por mais de 10 mil pessoas. Na apresentação de ontem, as 250 pessoas presentes se emocionaram.

Além de “África”, o Grupo de Teatro da PM encena as peças “Labirinto”, sobre o uso e o efeito de drogas na adolescência, e “Luiz e a luz da vida”, espetáculo de conscientização e alerta sobre o abuso infantil.

“O objetivo do Grupo de Teatro é aliar a função social de amparo e proteção da polícia à arte. Como uma instituição de capilaridade que atua em diversas frentes, a PM traz a conscientização pela arte a todos os públicos”, pontua a capitã Joelma Vasques, coordenadora do grupo.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM

CONFIRA O VÍDEO: