A Fórmula 1 confirmou nesta sexta-feira, dia 2, que o GP da China foi cancelado pelo quarto ano consecutivo por causa dos protocolos de combate à Covid-19. O país segue com políticas rigorosas para evitar uma nova crise sanitária causada pela doença. Por isso, vem evitando sediar grandes eventos esportivos nos últimos anos.

“A Fórmula 1 pode confirmar, após diálogo com o promotor e as autoridades relevantes, que o Grande Prêmio da China de 2023 não acontecerá devido às dificuldades contínuas apresentadas pela situação da Covid-19. A Fórmula 1 está avaliando opções alternativas para substituir o espaço no calendário de 2023 e fornecerá uma atualização sobre isso no devido tempo”, diz o comunicado que oficializou a desistência da China.

As políticas rigorosas no combate à Covid-19 têm gerado inúmeros protestos no país de pessoas que são contra o lockdown, testes em massas e quarentena. Para evitar tumulto, a polícia chinesa tem emitido voz de prisão a muitos manifestantes.

Metro1