O policial militar Antônio Jorge Pereira Braga, de 49 anos, foi morto por estrangulamento. A informação é do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana/BA. O delegado Roberto Leal, coordenador regional da Polícia Civil, informou que há várias linhas de investigação.

Uma delas é latrocínio, roubo seguido de morte, devido ao fato de o veículo, a arma e o celular do PM terem sido roubados. Outra hipótese é que o policial pode ter sido morto ao ser reconhecido como PM. O corpo do agente foi encontrado na quarta-feira, dia 26. Outra possibilidade é vingança, mas não há ainda provas. Ainda segundo o delegado, os criminosos tentaram também atear fogo no policial, mas não tiveram êxito.

O delegado também informou que equipes da Polícia Civil já estão em campo para tentar localizar possíveis testemunhas e colher novas informações. Ele disse que teve uma reunião com o comandante de policiamento regional norte, Coronel Luziel Andrade, para somar esforços na investigação. O corpo do policial foi sepultado na tarde desta quinta-feira, dia 27, no cemitério Jardim Celestial. Amigos e familiares prestaram as últimas homenagens ao policial.

Redação: Bahia Noticias | Informações: Acorda Cidade