Em decorrência das fortes chuvas que atingiram a Bahia nos últimos dias, a Embasa atua em pelo menos 59 sistemas de abastecimento de água de municípios nas regiões sul, extremo sul e sudoeste da Bahia. Destes, ao menos 46 já voltaram a operar. Cerca de 71 sistemas foram afetados. Até quinta-feira (30), 9 cidades ainda estavam com as operações paradas.

Os temporais provocaram avarias em equipamentos, rompimentos em adutoras e redes distribuidoras de água e impediram o acesso às áreas onde estão localizadas captações ou estações de tratamento da Embasa, inviabilizando sua manutenção imediata. As chuvas causaram danos também em redes elétricas dos municípios, paralisando sistemas de abastecimento de água por falta de energia.

A empresa destaca que a retomada do abastecimento de água ocorre de maneira gradativa e seu pleno reestabelecimento pode acontecer em média em até 72 horas, a depender da localização do imóvel. A Embasa mantém ainda uma frota de cerca de 40 caminhões-pipa para atender a região atingida, e sua permanência será mantida até a normalização do abastecimento pela rede distribuidora. Empresa afirma que mobilizou uma força-tarefa com cerca de 500 colaboradores para recuperar os sistemas no menor prazo possível.

Para os sistemas de esgotamento sanitário que tiveram equipamentos danificados pelas enchentes, o restabelecimento do serviço está sendo gradual de acordo com o recuo das águas.

Confira aqui a lista dos municípios e localidades com sistema parado até o dia 30: 

– Tanhaçu, na localidade de Ourives
– Nova Canaã
– Planalto
– Caetanos
– Cândido Sales
– Itambé
– Iguaí
– Gandu
– Rafael Jambeiro, na localidade de Rosarinho

Metro1