Pressionado para apresentar propostas na área econômica, o ex-presidente e candidato ao Palácio do Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), disse que fará mudanças na política tributária brasileira, caso seja eleito. Nesta quarta-feira, dia 12, o petista esteve em Salvador, onde participou de uma caminhada de Ondina até o Farol da Barra.

“Tem muita gente ganhando pouco e muitos poucos ganhando muito, tem que ter uma inversão nisso. Vamos ter uma política tributária correta, não é possível que um trabalhador que vá comprar um quilo de feijão e pague o mesmo imposto que paga o presidente do Santander. Temos que ter uma política tributária progressiva, de quem ganhar mais paga mais’, citou o petista durante fala para a imprensa no Teatro Vila Velha. Lula não deu entrevista coletiva.

Lula também reforçou a intenção de aumentar o número de contribuintes isentos no Imposto de Renda. “Estamos propondo que as pessoas que ganham até R$ 5 mil não vão pagar mais imposto de renda. Nós vamos mudar essa história. Só tem sentido a minha volta a presidência para a gente mudar essa situação”, acrescentou.

Esta é a primeira visita de Lula a Bahia na campanha eleitoral do segundo turno. Assim como ele, o seu correligionário no estado, Jerônimo Rodrigues, também vai encarar as urnas novamente no dia 30 de outubro.

Bahia Noticias