Após o município de Cruz das Almas, no Recôncavo baiano, prorrogar por mais 8 dias a suspensão da realização de cultos e missas, 14 pastores realizaram, nesta última terça-feira, dia 21, um protesto em frente a Prefeitura Municipal.

O pastor Marcelo Celes, presidente da OPEC – Ordem dos Pastores Evangélicos de Cruz das Almas, falou que concorda com a prevenção, mas essa conscientização já está sendo feita pelos pastores para que os irmãos evangélicos possam colocar em prática todas as regras divulgadas pelo Ministério da Saúde.

“Então, nós queremos nessa hora retratar esse repúdio para que a Prefeitura possa flexibilizar para que as igrejas possam voltar a funcionar e realizar os seus cultos dentro da realidade atual”, disse Celes. A manifestação encerrou com o grito de protesto: ‘Cultos Já'”.

De acordo com o decreto municipal da Prefeitura de Cruz das Almas, com validade entre 22 e 28 de abril, às Igrejas, Centros Espíritas e outros centros religiosos, são permitidas apenas atendimento psicológico e/ou pastoral, confessional e de modo individualizado, com hora marcada e sem fila de espera.

Redação: Tribuna do Recôncavo | Informações: Forte Na Noticia