Representantes de cerca de 40 cooperativas da agricultura familiar baiana participaram de uma oficina na capital baiana na sexta-feira, dia 7, no Hotel Fiesta, para discutir a sustentabilidade das organizações. O encontro, que contou com a participação de Assistentes Técnicos de Extensão Rural (ATER) e Assistentes Técnicos e Gerenciais (ATEG) dos empreendimentos, debateu sobre temas como: as possíveis prospecções para suas organizações produtivas e as possibilidades de atuação dos profissionais nos próximos anos.

Foram discutidos também os cenários futuros, sustentabilidade e desafios das organizações produtivas da agricultura familiar apoiadas por meio do Bahia Produtiva, realizada uma análise da estratégia de contratação pelas organizações produtivas dos técnicos de ATEG e ATER, um trabalho sobre corresponsabilidades na implementação da estratégia do projeto e o papel da assessoria técnica na construção da sustentabilidade dos empreendimentos.

As cooperativas são apoiadas pelo Bahia Produtiva, projeto do Estado da Bahia, e executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: SDR/CAR