Após expressar apoio ao presidente Bolsonaro, e figurar episódios de desgaste junto ao Partido Socialista Brasileiro, o prefeito da cidade de Brumado, Eduardo Lima Vasconcelos pediu seu desligamento do partido. Apesar da divulgação do documento ter sido feita nesta segunda-feira, dia 18, a carta ao presidente do partido foi enviada no último dia 8.

Ao justificar o pedido, o prefeito disse que se desligava ‘por motivos de ordem pessoal’. Vasconselos ainda aproveitou o documento para ‘render sinceros agradecimentos pelo apoio e experiência partidária adquirida durante os anos de filiação’, disse.

Em entrevista em setembro, o secretário geral do partido no estado, Rodrigo Hita, havia dito que a ‘tendência’ do partido seria que o prefeito fosse convidado a deixar a sigla. À época, após o prefeito declarar apoio ao presidente, a líder do partido na Bahia, deputada federal Lídice da Mata, demonstrou apoio ao pedido ‘urgente’ de impeachment de Jair Bolsonaro.

Bahia Noticias