A Bahia teve o maior aumento do país no preço do combustível em maio no comparativo com o mês de abril, segundo o último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), divulgado nesta quinta-feira (2). Com um acréscimo de 5,69%, a média do valor cobrado no estado passou de R$ 7,365 para R$ 7,784.

A pesquisa indica ainda que nenhuma região brasileira apresentou recuo no valor dos dois combustíveis, e, assim como em abril, o Nordeste segue liderando com o maior preço médio para a gasolina, comercializada a R$ 7,64, com alta de 0,8% em relação a abril.

No Brasil, o preço médio do litro da gasolina fechou o mês de maio a R$ 7,54, alta de 0,67%. Já o etanol continua registrando altas mais expressivas em relação à gasolina e encerrou o mês a R$ 6,12, alta de 3,14%, se comparado ao mês anterior.

Em relação ao início do ano, o motorista brasileiro já está pagando 9,8% mais caro no litro da gasolina e 6,3% a mais pelo etanol. No comparativo com um ano atrás, os acréscimos chegam a 30% para a gasolina e a 26,9% para o etanol, ainda de acordo com o levantamento.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, a partir dos veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo.

Metro1