A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Bahia, manifestou repúdio nesta sexta-feira, dia 26, contra as ofensas machistas que a atual vice-presidente e ex-candidata à presidência, Ana Patrícia Dantas Leão, teria recebido após as eleições.

De acordo com a nota, Ana Patrícia teria sido “vítima de ataques machistas e misóginos, ofensas de baixo calão e incitações a discurso de ódio – agressões verbais que em nada professam a civilidade e índole democrática que deve marcar todo e qualquer processo eleitoral”.

A OAB-BA ressalta ainda que a participação das mulheres em disputas eleitorais “deve ser sempre estimulada e festejada pois é, em si mesma, expressão do que mais acreditamos e defendemos: a pluralidade e representatividade como fios condutores do certame. A defesa da democracia demanda, dentre inúmeros outros compromissos, o combate a toda e qualquer forma de violência política.

Metro1