O presidente Jair Bolsonaro nomeou na noite desta quarta-feira, dia 25, o novo procurador-geral da República, Augusto Aras, para o cargo através de edição extra no Diário Oficial da União (DOU). O nome do novo chefe do Ministério Público Federal (MPF) foi aprovado com 68 votos favoráveis e 10 contrários. Aras ficará no cargo pelos próximos dois anos.

Ele foi indicado indicado pelo presidente Bolsonaro, que contrariou pela primeira vez desde 2003 a lista tríplice elaborada pela Associação Nacional dos Procuradores da República. Líderes governistas apontam que Aras conseguiu construir um bom relacionamento com os deputados da base do governo, da oposição e entre aqueles que se consideram independentes. Diante disso, não houve muita resistência por conta da aprovação do seu nome.

​Antônio Augusto Brandão de Aras tem 60 anos e nasceu em Salvador. Ele e é professor da Universidade de Brasília (UnB) e da Escola Superior do Ministério Público da União. Ingressou no Ministério Público Federal em 1987 e desde 2011 era subprocurador-geral da República.

Metro1