O Circuito Luiz Orlando de exibição audiovisual, uma iniciativa da DIMAS/FUNCEB, apresenta em Nazaré das Farinhas, na terça-feira, dia 30 de julho, às 14h, no Cinema Rio Branco, o longa-metragem (Mokambo). O filme, idealizado e dirigido pela jornalista Soraya Mesquita, retrata a materialidade e a espiritualidade que o povo Bantu disseminou entre nós. A inspiração para a realização do documentário veio de Taata Anselmo, sacerdote do terreiro Mokambo.

O terreiro, tombado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), em 2016, é uma referência na preservação e divulgação da cultura Bantu, com o Memorial Kisimbiê – Águas do Saber, premiado pelo IPAC como Espaço de Visibilidade e Manutenção da Tradição Bantu no Brasil.

Após a exibição do filme, haverá um bate papo com público sobre temas abordados como religião e representatividade negra. Mestre Real e Mariane Aquino, representantes do (Grupo Resgate), farão uma apresentação de capoeira e uma breve fala sobre o coletivo que realiza ações culturais e de formação voltadas a representação cultural que mistura esporte, luta, dança, cultura popular, música e brincadeiras.

O Projeto Escolas Culturais é uma ação do Governo do Estado da Bahia, desenvolvida por meio da iniciativa interinstitucional entre as Secretarias de Educação (SEC), Secretaria de Cultura (SECULT) e Secretaria de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) com a participação na gestão do Instituto de Ação Social Pela Música – IASPM.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM