O arquipélago de Cairu (BA), que abriga o Morro de São Paulo, Boipeba, Gamboa, Garapuá e Moreré e tem o turismo como principal atividade econômica, já registra 95% de ocupação permitida para o feriadão de 12 de outubro. Mais de seis meses desde as primeiras medidas tomadas pela Prefeitura de Cairu para contenção da Covid-19, o município-arquipélago iniciou no dia 29 de setembro a segunda fase da retomada das atividades turísticas.

Está liberada a entrada de turistas, mediante comprovação de reserva nos meios de hospedagem no destino, que seguem autorizados a preencherem somente 50% da sua capacidade de ocupação. Também estão liberados  – com restrições e protocolos – os passeios turísticos, como o famoso passeio Volta à Ilha; música ao vivo, sem aglomerações; eventos com até 70 pessoas; casas de aluguel, sendo exigido aos proprietários assinatura de termo de responsabilidade e comprovante de participação nos cursos oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) para prevenção ao novo coronavírus.

Entre as exigências dos protocolos, que seguem as diretrizes do Plano Novo Normal Cairu e as orientações do Ministérios da Saúde, estão o reforço da limpeza dos ambientes, a obrigatoriedade no fornecimento de álcool 70º nos estabelecimentos, o uso de equipamento de proteção individual, incluindo a obrigatoriedade do uso de máscaras para funcionários do trade e para os turistas, e a distância mínima de dois metros entre as pessoas. Para saber mais informações sobre os protocolos de segurança e o que está liberado em Cairu, acesse www.retomada.cairu.ba.gov.br.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: LK