A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou nesta terça-feira, dia 06, em um comunicado, que passou a produzir diariamente 900 mil doses da vacina de Oxford contra a Covid-19. Este número corresponde ao triplo do que estava sendo fabricado no início de março.

De acordo com a fundação, o aumento foi possível devido ao início da operação de uma segunda linha de produção. Até o dia 2 de maio, é prevista a entrega de 18,4 milhões de doses do imunizante ao Ministério da Saúde.

Com as 8,1 milhões já entregues ao governo federal até o dia 2 de abril, serão 26,5 milhões de vacinas até o início do mês que vem. A Fiocruz ainda prevê que a produção diária de vacinas chegue a 1,2 milhão com a instauração de um novo turno de trabalho.

Metro1