Cerca de 60 trabalhadores da Enfermagem receberam do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA), a maior honraria profissional da categoria, o Prêmio Anna Nery. A premiação, que aconteceu na cidade de Cachoeira, terra natal de Anna Nery, pioneira da Enfermagem brasileira, foi destinada aos profissionais que trabalham pelo desenvolvimento da profissão. A premiação contou com a presença de conselheiros federais e regionais, de presidentes de conselhos, profissionais, estudantes e políticos.

A presidente do Coren-BA, Giszele Paixão, destacou a importância de reconhecer e valorizar o protagonismo da enfermagem. “Com esta premiação, inédita em nosso estado, desejamos estimular o exercício exemplar em todos os âmbitos, além de trazer empoderamento e mais força para nossa categoria. A nossa profissão vendo sendo a mais importante no combate à Covid-19, que infelizmente está voltando a crescer em números de casos. Somos mais de 157 mil profissionais em toda a Bahia, atuando na linha de frente e cuidando da saúde de toda a população”, frisou. Ela também afirmou que a luta pelo piso salarial da categoria continua. “Nossa categoria está unida e somos aguerridos. Vamos continuar lutando até que o piso seja implementado em todas as esferas”, completou.

“Reunimos em uma noite de congraçamento grandes nomes que representam a luta contínua da categoria. Nada é mais simbólico do que estarmos na terra natal da nossa pioneira, entregando uma honraria que leva seu nome. Mais do que reconhecimento, o prêmio Anna Nery é também uma justa forma de mostrar que a Enfermagem é feita de coragem”, comentou a presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Betânia Santos.

A prefeita de Cachoeira, Eliana Gonzaga, falou sobre a representatividade da premiação ocorrer na terra natal da pioneira da enfermagem e congratulou os profissionais “desta nobre profissão de salvar vidas e exercitar o amor puro, desinteressado e incondicional. Que Anna Nery inspire cada um de vocês a todo instante exercício da missão nobilíssima de cada um de vocês.

Uma das profissionais premiadas, a técnica de enfermagem Maria do Socorro Costa, de Bom Jesus da Lapa, falou sobre a emoção de receber a premiação pela sua atuação. “Esse é um momento ímpar na minha vida. É de uma importância muito grande. Aproveito a oportunidade para agradecer a coordenadora da Maternidade Municipal Carmela Dutra, Sorene Vidal, que fez a indicação do meu nome para receber este prêmio”, disse.

“É muito importante representar a categoria, tanto de técnico quanto de enfermeiro, muito orgulho, ainda mais depois de uma pandemia, momento em que passamos por muitas dificuldades, muitas mortes. Eu sou grata por essa vitória”, agradeceu a técnica de enfermagem e enfermeira Lívia Alves Pinto, que trabalha em Ilhéus.

ASCOM