A Justiça Federal determinou nesta quarta-feira, dia 15, a interdição de todas as instalações olímpicas do Rio de Janeiro devido à falta de documentos do Corpo de Bombeiros e da prefeitura que atestem condições adequadas de segurança nos locais.

O prazo para ser realizada a interdição é de 48 horas. A decisão foi feita a pedido do Ministério Público Federal (MPF) e emitida pelo juiz Eugênio Rosa de Araújo, da 17ª Vara Federal do Rio.

Para o MPF, os equipamentos utilizados nas Olimpíadas de 2016 estão em “estado de abandono” e não podem ser usados sem “as licenças que atestam os requisitos de segurança dos locais”. A medida deve vigorar até que haja o laudo de vistoria do Corpo de Bombeiros e o “habite-se” da prefeitura.

Metro1