O prefeito de Conceição do Almeida, no Recôncavo baiano, Adailton Campos Sobral, Ito de Bega (PSD), teve uma denúncia rejeitada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Nesta terça-feira, dia 31, a Corte não considerou uma denúncia do Ministério Público do Estado (MP-BA) que tinha acusado o gestor de contratações irregulares entre 2018 e 2019.

Conforme a denúncia, Ito de Bega contratou temporariamente 578 pessoas, “sem previsão legal, sem prévio concurso e sem justificar essa eventual necessidade de excepcional interesse público”. Na ocasião, o Município teria chegado a mais de um mil servidores.

No entanto, conforme entendimento da Corte, uma lei anterior permitia as contratações. Ito de Bega está no segundo mandato consecutivo em Conceição do Almeida.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Bahia Noticias