A Câmara de Salvador aprovou nesta terça-feira, dia 17, com votos contrários de apenas cinco vereadores, uma moção de repúdio ao especial de Natal do Porta dos Fundos. De autoria da vereadora Cátia Rodrigues, a matéria foi apreciada em meio a uma série de projetos de vereadores. Ficaram contra a moção somente os vereadores Silvio Humberto (PSB), Aladilce Souza (PCdoB), Marta Rodrigues (PT), Marcos Mendes (PSOL) e Ana Rita Tavares (PMB).

O vereador Luiz Carlos (Republicanos) considerou “surpreendente” haver votos contrários à moção. “Quando acontece algum episódio contra religiões de matrizes africanas, é intolerância”, comparou. “Estão fazendo imperar no país a audiência a qualquer custo”, acrescentou o vereador Joceval Rodrigues (Cidadania). Lançado pela Netflix, o “Especial de Natal Porta dos Fundos 2019: A Primeira Tentação de Cristo” causou polêmica e irritou alguns grupos religiosos cristãos pela forma como retratou Jesus Cristo.

No longa, o líder religioso, interpretado por Gregório Duvivier, tem um relacionamento com outro homem e, durante uma festa, descobre ser filho de Deus. Foi feito, inclusive, um abaixo-assinado para que o longa seja retirado da plataforma de streaming, e a petição online já conta com mais de um milhão de assinaturas. A Netflix anunciou um novo especial de Natal com o grupo em 2020.

Bahia.Ba