Brasil produz 725 milhões de dúzias de ovos e bate recorde

O Brasil registrou a sua maior produção de ovos de galinha, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foram 725 milhões de dúzias de ovos contabilizados no segundo trimestre deste ano, o maior volume desde que IBGE começou a pesquisar a produção de ovos no país em 1983.

O resultado foi 2,7% maior do que o observado no primeiro trimestre deste ano e 3,9% superior ao registrado no segundo trimestre de 2014. A produção encontra-se, em grande parte, concentrada no Sudeste (47,8%), onde São Paulo é maior estado produtor nacional (29,3%), seguido por Minas Gerais (9,9%) e pelo Espírito Santo (8,4%). (Globo Rural)

Receita libera nesta terça mais um lote de restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal libera nesta terça-feira (8) a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2015.  A consulta estará disponível na página da Receita na internet ou por meio do Receitafone 146. A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphones com a mesma função.

Os contribuintes que não foram listados nos lotes anteriores devem verificar no extrato de processamento da declaração se não há pendência ou inconsistências que causem a retenção na malha fina. O procedimento pode ser feito no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC).

A restituição ficará disponível durante um ano. Se o resgate não for feito no prazo, deverá ser requerido por meio do Formulário Eletrônico , ou diretamente no e-CAC, no serviço extrato de processamento, na página da Receita na internet. Para quem não sabe usar os serviços no e-CAC, a Receita disponibiliza um vídeo com instruções.   (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Agencia Brasil)

Ministério da Saúde lança versão digital do cartão SUS

A versão digital do Cartão SUS está disponível para download a partir desta quinta-feira, 27, segundo o Ministério da Saúde. Além do número do cartão, o aplicativo contém informações sobre a saúde do paciente, como o Índice de Massa Corporal (IMC), alergias medicamentosas e alimentares, exames realizados e medicamentos de uso contínuo.

Após baixar o aplicativo, o usuário deve informar o CPF, a data de nascimento e um endereço de e-mail. A ferramenta apresenta os dados da pessoa e permite o preenchimento de informações que vão desde o tipo sanguíneo até os profissionais que fazem as consultas e os resultados de exames de pressão e glicemia. (G1).

Brasil tem 204 milhões de habitantes

O Brasil já tem 204.450.649 habitantes, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (28) pelo IBGE. São Paulo está em primeiro lugar como o estado mais populoso, com 44.396.484 habitantes. Depois vem Minas Gerais, com 20.869.101, e Rio de Janeiro, com 16.550.024 pessoas.

Na Região Nordeste, a Bahia é o estado mais populoso, com 15.203.934 habitantes. O Sul é a terceira região com mais moradores e o Rio Grande do Sul é o mais populoso (11.247.972).

Depois vem o Norte, com destaque para o Pará, mais populoso da região, com 8.175.113 habitantes. Roraima é o estado com menos habitantes em todo o Brasil: 505.665 pessoas. Por fim, no Centro-Oeste, Goiás é o estado que tem mais gente: 6.610.681 habitantes.  (Editado por amarelinho10 | Informações: g1).

Governo vai publicar regras do seguro-desemprego para empregados domésticos

O governo vai publicar até sexta-feira, 28, no Diário Oficial da União, as regras para a concessão de seguro-desemprego para empregados domésticos. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou nesta quarta-feira, 26, a resolução que regulamenta os procedimentos para habilitação e concessão do benefício para os empregados domésticos demitidos sem justa causa.

Com isso, os domésticos passam definitivamente a ter garantido o seu direito ao seguro-desemprego, no entanto,  o mesmo deve ter trabalhado por pelo menos 15 meses nos últimos 24 meses que antecedem à data da dispensa do emprego; não estar em gozo de qualquer benefício previdenciário de prestação continuada da Previdência Social, exceto auxílio-acidente e pensão por morte; e não possuir renda própria de qualquer natureza suficiente à sua manutenção e de sua família.

O valor do benefício corresponderá a um salário mínimo e será concedido por um período máximo de três meses, de forma contínua ou alternada, a cada período aquisitivo de 16 meses, contados da data da dispensa que originou a habilitação anterior. (Infosaj).

Feira de Santana: Movimentos sociais realizam ato contra o BRT

Diversos movimentos sociais realizaram nesta terça -feira (25/08) manifestações contra o BRT (corredores exclusivos para ônibus) em Feira de Santana. Entre os manifestantes estava o estudante Eduardo Pereira  que diz que é contra o BRT, pois o projeto não atenderá a maior parte da população. “Esse sistema não atenderá aos moradores da periferia, porque só atenderá o centro da cidade”, disse.

Uma das cobranças feitas durante o ato é que se planejou o sistema rápido de ônibus sem que fosse ouvida a população. “Não ouviram o povo, além de derrubar várias árvores. Esse projeto está ferindo algumas leis federais, como o estatuto da cidade, que prevê que exista um Plano de Mobilidade Urbana na cidade, caso que não ocorre em Feira de Santana”. Ainda de acordo com Eduardo, o objetivo dessa quarta ação foi para tentar conversar com um dos juízes do Fórum, porém não foi possível.

Denise Santos, também participante da manifestação, contou que a população não sabe o que é esse projeto. “A sociedade não tem noção de que vamos perder essa Avenida (Getúlio Vargas) em pouco tempo. Não podemos deixar derrubarem um patrimônio público sem antes realizar um estudo técnico sobre essa área. Não sou contra o desenvolvimento na cidade, porém precisamos pensar em desenvolvimento sustentável, é dessa maneira que o mundo pensa hoje”, afirmou Denise. (Publicado por Acorda Cidade / Editado por Tribuna do Recôncavo).

Dilma admite que demorou para perceber crise

A presidente Dilma Rousseff admitiu que ela e sua equipe demoraram para perceber a gravidade da crise econômica que o Brasil atravessa. Em entrevista aos jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo, no Palácio do Planalto, a convite da própria presidente, Dilma reconheceu que “talvez” fosse o caso de ter adotado medidas antes mesmo da eleição.

Mesmo assim, a presidente defendeu medidas adotadas antes da eleição presidencial, como a desoneração da folha de pagamento em R$ 25 bilhões e a concessão de subsídios em empréstimos de longo prazo.

Dilma afirmou que levou “muitos sustos” até perceber o tamanho da crise econômica e citou a recente queda dos preços do barril de petróleo e das commodities. “Fizemos a política pró-cíclica para preservar emprego e renda. O que é possível considerar é que poderia ter começado uma escadinha”, afirmou.

Na tarde de terça-feira (24/08), a presidente anunciou uma reforma administrativa em seu governo que inclui o corte de dez ministérios e a redução de mil dos 22,5 mil cargos comissionados. (Publicado por Exame / Editado por Tribuna do Recôncavo). (mais…)

Movimentos vão às ruas contra o impeachment e o ajuste fiscal

Movimentos sociais de esquerda saíram às ruas nesta quinta-feira (20/08) em manifestações contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e o ajuste fiscal do Governo.

Os protestos que ocorreram em 25 Estados, além do Distrito Federal, foram convocados por organizações como a CUT (Central Única dos Trabalhadores), UNE (União Nacional dos Estudantes) e MTST.

Os organizadores afirmaram que estão a favor da democracia no Brasil. Os atos também defenderam a saída do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. (brasil.elpais).

pe

INSS muda limite do empréstimo consignado

A partir dessa segunda-feira (17), o limite do empréstimo consignado em folha de pagamento passa de 30% para 35% da renda mensal do benefício. A mudança foi feita após a regulamentação do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), publicada no diário Oficial da União.

De acordo com o INSS, a diferença de 5% só poderá ser usada para pagamento de compras com cartão de crédito. O desconto é para o pagamento de empréstimos, financiamentos, cartão de crédito e operações de arrendamento mercantil (leasing).

O novo limite é válido para empregados sob regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aposentados, pensionistas e servidores públicos. (metro1).

Brasil ocupa 8º lugar em ranking de satisfação com emprego

O Brasil é oitavo país com “maior grau de satisfação no emprego”. A informação é resultado de uma pesquisa da Randstad, empresa multinacional holandesa de recursos humanos, realizada  com 13.600 entrevistados de 34 países.

De acordo com o levantamento, os indianos são os mais satisfeitos, alcançando o total de 83% de satisfação em seus postos de trabalho. Os países que seguem de perto a Índia são México (80%) e Estados Unidos (79%). O Brasil é o 8º colocado no ranking, com 75% de respostas positivas. Contudo, 16% se mostraram neutros e 9% muito insatisfeitos. Suíça, Dinamarca, Alemanha e Bélgica estão entre os países que apresentaram o mesmo índice que o Brasil.

Entre os mais descontentes com o trabalho atual, estão os japoneses com 21% de participantes muito insatisfeitos, apenas 40% satisfeitos, 35% neutros e 4% não souberam responder. Para se ter ideia do descontentamento dos japoneses nesse aspecto, o nível de insatisfação é 7% superior ao penúltimo colocado, a Hungria, que tem 14% de descontentes. (Publicado por G1 / Editado por Tribuna do Recôncavo).

Voltar à página inicial