Solto após audiência de custódia, nesta quinta-feira, dia 19, o ex-goleiro do Bahia, Jeanzinho, ainda terá que responder a um processo no qual é acusado de agredir a esposa, Milena Bemfica. De acordo com o advogado especializado em Direito Internacional, Maurício Ejchel, o atleta pode ficar preso por até um ano se for condenado nos Estados Unidos.

Jeanzinho terá que comparecer às próximas audiências, independente de estar ou não nos Estados Unidos. “Se ele não comparecer às audiências, mesmo colocando um advogado local para representá-lo, pode ser indiciado por um segundo crime e ter um aumento de pena”, afirmou o advogado.

Jean foi solto, mas proibido de se aproximar de Milena. A regra da medida protetiva, entretanto, é válida apenas para os Estados Unidos. Se Milena quiser que a decisão se estenda ao Brasil, precisa procurar uma Delegacia da Mulher ao desembarcar no país.

Informações: UOL | Redação: Bahia Noticias