Fundações e associações comunitárias sem fins lucrativos do Nordeste já podem participar do edital para executar o serviço de Radiodifusão Comunitária. O Ministério das Comunicações  disponibilizou nesta quinta-feira, dia 1º, 71 canais em frequência modulada (FM) em 19 estados. As entidades têm 60 dias para enviar a documentação requisitada nos moldes do edital e preencher o formulário eletrônico disponível no Portal de Serviços do Governo Federal.

A Bahia é o estado com mais localidades que podem receber as rádios comunitárias, com sete municípios: Alcobaça, Casa Nova, Cravolândia, Euclides da Cunha, Potiraguá, Quijingue e Ubaíra. Na sequência está o Rio Grande do Norte com 5, Ceará, Maranhão e Pernambuco, cada uma com quatro canais. Depois vem Paraíba com 3, Piauí (3) e Sergipe com 2.

ACESSE: Lista completa das localidades com canais disponíveis para Serviço de Radiodifusão Comunitária – Edital 172/2022

O processo de seleção é o terceiro publicado pela Secretaria de Radiodifusão (Serad) neste ano e somam 216 localidades atingidas em todo o país. “A escolha das entidades para executar o serviço de radiodifusão comunitária nos canais disponíveis têm o papel fundamental de democratizar o acesso à informação no Brasil, além de levar cultura e entretenimento para a população”, ressaltou o diretor de Outorga e Pós-Outorga da secretaria de Radiodifusão, William Zambelli. Atualmente, em todo o país, há cerca de 5 mil rádios comunitárias.

FORMULÁRIO ELETRÔNICO – Para participar do Edital, as entidades devem preencher o formulário eletrônico disponível no Portal de Serviços do Governo Federal. Nele, é necessário ingressar com a conta única, utilizada para ter acesso aos serviços eletrônicos. Qualquer pessoa física poderá enviar requerimento em nome da fundação ou associação comunitária interessada, bastando anexar os documentos necessários para comprovar que possui poderes para representá-la. Tais documentos serão analisados pela secretaria de Radiodifusão após o término do prazo indicado.

O preenchimento do requerimento e das informações da entidade será realizado de forma eletrônica, juntamente com a anexação dos documentos necessários. Ao final, o usuário deverá imprimir o requerimento preenchido, colher a assinatura dos dirigentes e anexar à solicitação. Após o término do prazo, a comunicação com as entidades participantes será realizada por meio dessa mesma plataforma.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Ascom MCom