Após meses batalhando na Justiça, o advogado e professor de direito, Diego Massena, conseguiu se tornar o primeiro pai solo da Bahia. Diego não possui um cônjuge e quando começou a cogitar a ideia de ter filhos, entendeu que gostaria de ser pai solo. Depois de estudar as opções disponíveis, tomou a decisão de que iria chegar ao seu objetivo realizando o método de reprodução assistida.

No entanto, para conseguir iniciar a jornada da paternidade, o professor de direito precisou enfrentar a Justiça, entidades médicas e profissionais, que supostamente não aceitavam o fato de que ele gostaria que a doadora fosse sua prima e por ser homossexual.

Cerca de um ano depois, ele recebeu a liberação da juíza que acompanhava seu pedido para iniciar o procedimento de fertilização in vitro (FIV) – técnica que permite o processo de fecundação em laboratório –  e se tornou pai das gêmeas, Helena e Isabela, que nasceram no dia 29 de setembro deste ano.

Metro1