Um menino de 10 anos morreu, na tarde desta quinta-feira, dia 25, após ser atacado por seis cães dentro de um terreno de uma empresa de ônibus inativa, na Zona Sul de São Paulo (SP). Um rapaz de 20 anos tentou socorrer a criança e foi mordido na perna. Ele foi socorrido no Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Sabóia e foi liberado após receber curativos e tomar vacina antitetânica.

Luiz Fernando Teixeira de Santana tentava pegar uma pipa quando sofreu o ataque por um pitbull, um rottweiler e quatro vira-latas, que eram utilizados como cães de guarda. Moradores tentaram afastar os animais com paus e pedras, mas não conseguiram. Quando a polícia chegou, atirou para afastar os cachorros, que tentaram atacar mais uma vez durante o atendimento à criança.

Dois animais foram sacrificados e um terceiro ficou ferido. Os outros três ficaram acuados no canil dentro do terreno. A polícia afirmou que não encontrou os responsáveis pelo terreno. A diretoria de divisão de Vigilância de Zoonoses da Prefeitura da capital paulista informou que uma equipe foi enviada para resgatar os animais e que o proprietário do local pode ser multado caso sejam confirmados maus-tratos.

Metro1