O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, CBHSF, colegiado legalmente constituído para implementar a gestão das águas franciscanas, ao tempo em que reafirma sua indeclinável natureza de entidade absolutamente apartidária, sente-se, porém, no dever de se pronunciar publicamente para repor a verdade dos fatos em relação às afirmações proferidas em debate eleitoral pelo candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro, na noite desta sexta-feira, 29 de outubro, na Rede Globo de Televisão, referindo-se a alegadas  intervenções de seu governo dirigidas à revitalização das nascentes do Rio São Francisco com suposta repercussão positiva para as vazões do rio  e consequente benefício para o Projeto da Transposição das águas do Velho Chico.

O CBHSF não tem conhecimento das referidas intervenções e, mesmo que estas tivessem acontecido, o que não é o caso, não teriam o condão de resolver a crescente crise de diminuição das vazões do rio São Francisco ao longo dos 2.700 km que separam as nascentes da foz e tampouco teriam o poder de reversão dos prolongados, desastrosos e descontrolados processos de degradação dos solos, das águas e da vegetação no contexto dessa enorme bacia hidrográfica.

Finalmente e uma vez que fomos obrigados a fazer essa Nota Pública conforme os motivos já expostos, o CBHSF aproveita a ocasião para cobrar do candidato que sair vitorioso da disputa à Presidência da República, seja ele qual for, que se comprometa publicamente a romper com a inércia e finalmente tirar da gaveta e implementar em sua integridade o Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco.

ASCOM