Com a presença do governador eleito, Jerônimo Rodrigues, o Partido dos Trabalhadores da Bahia realizou na manhã deste sábado, 26, a primeira reunião do Diretório para avaliar o processo eleitoral, o resultado das eleições, os acertos do PT no processo eleitoral e as perspectivas para os próximos governos estadual e nacional e para 2024. O encontro contou também com as presenças do presidente do PT Bahia, Éden Valadares, de deputados e deputadas estaduais e federais, presidente de diretórios municipais e da militância.

Os membros do Partido destacaram que a eleição de Lula foi construída com o compromisso de reconstrução da democracia e derrota do projeto da extrema direita. Na Bahia, elementos como nacionalização do debate, a força do voto 13, a disputa de projetos, o positivo recall dos governos do PT, a imagem de Rui Costa, articulação com prefeitos e ações regionalizadas, alinhamento da nova direção partidária em importantes postos de campanha, a experiência de Wagner que construiu o processo cotidiano na relação com a campanha nacional garantindo a participação de Lula na campanha e a desenvoltura de Jerônimo, que respondeu à altura as expectativas do PT, e conquistou o eleitorado, com uma campanha alegre, leve e propositiva, foram elementos fundamentais para o resultado da eleição.

No encontro, Jerônimo agradeceu o empenho do Partido e da militância na sua campanha, afirmou que fará um governo de inclusão, muito trabalho para a Bahia avançar ainda mais e também de muito diálogo. “Companheiros e companheiras do PT, é uma agenda para mim de agradecimento pela caminhada, pela história que nos construímos não somente nesses sete, oito meses de campanha”, destacou Jerônimo que falou sobre a necessidade de um governo sensível às necessidades da população.

“Que a gente possa ter a força e a firmeza de governar o Brasil com essa sensibilidade que o Lula e nós temos de combate à fome, de geração de emprego, de motivar a juventude a permanecer na escola, de garantir que o estudante desde criança possa sentir paixão pelos estudos, que a gente possa respeitar a sociedade baiana e ter um percentual de sensibilidade grande sobre as pessoas com deficiência”,  disse o governador eleito.

Presidente do PT, Éden destacou a desenvoltura de Jerônimo na campanha como um candidato leve, disposto e disciplinado, agradeceu a força da militância para a vitória de Jerônimo e falou sobre o desejo de fazer do próximo governo ainda melhor.

“Uma vitória inconteste, uma vitória politica importante e nós, nossos aliados de primeiro e segundo turno estamos muito empolgados, muito animados com a possibilidade de fazer um governo ainda melhor do que foi o de Wagner e do que foi o de Rui. Rui foi melhor do que Wagner e nós vamos trabalhar para Jerônimo ser melhor do que Rui”, disse o petista, ao acrescentar que Jerônimo reúne as melhores características de Rui, como competência e trabalho, e de   Wagner, a capacidade de diálogo e escuta.

O dirigente partidário destacou ainda a grande contribuição que a Bahia pode dar a outros estados e ao PT nacional pelas consecutivas vitórias desde 2006.

“Penso que nós do PT Bahia somos orgulho para a Bahia e exemplo para o Brasil. A turma de outros estados acompanha a eleição pelo noticiário nacional e pelas pesquisas e, mais uma vez, a Bahia surpreendeu o Brasil com a vitória do PT como foi com Wagner em 2006, com Rui Costa em 2014 e agora com Jerônimo em 2022. Então, o nosso diálogo com a direção nacional é muito afinado. Penso que o PT da Bahia tem exemplos para dar ao Brasil, acho que os outros estados, a direção nacional, como muita humildade, mas pode investigar, se aproximar porque deve ter muita coisa para a gente ensinar, com modéstia, a conquista de cinco mandatos seguidos. No Piauí também tem uma experiência exitosa, no Ceará também, então a Bahia e o Nordeste tem régua e compasso para dar para a experiência nacional”.

Ascom PT Bahia