web analytics

Reunião discute falta de médicos e medicamentos em Santo Antônio de Jesus

Foi realizada nesta última quarta-feira (11/11) uma reunião na Câmara Municipal de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano, sobre as resoluções a serem aprovadas, esclarecimentos das denúncias a Secretaria de Saúde entre outros assuntos, contando com a presença da comissão do Conselho de Saúde e o Promotor Julimar Barreto.

Segundo o presidente do Conselho Municipal de saúde, José Brito, um dos assuntos tratados na reunião foi o ponto eletrônico para os funcionários ‘bater ponto’ no horário correto e o outro foi em relação ao relatório de gestão de 2014 que não tinha sido votado.

“Outra pauta foi sobre as resoluções, na época que Marcos Lessa era o presidente, que foram tomadas algumas providencias e naquele momento não foram publicadas pelo prefeito. Daí Marcos Lessa nos aconselhou a procurar o Ministério Público, pois o Conselho precisa ter autonomia, já que tem muitas responsabilidades”, disse.

Muitas denúncias foram feitas a respeito de marcações de exames nos postos de saúde, falta de medicamentos, de alguns exames e falta de médicos, entre outras irregularidades na área da saúde também na localidade do Minha Casa Minha vida e, nesta reunião, foi tratado deste ponto.

Ainda segundo Zé Brito, a falta de urologista na cidade tem sido uma das reclamações da população. “Foi oferecido um valor, em nível de plano de saúde, em torno de 65,00 a consulta, mas os profissionais não quiseram se habilitar e a gente não pode obrigar alguém que venha realizar um serviço contrariado”, explicou Brito. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Rádio Andaiá FM e Blog do Valente) (mais…)

O ALTRUÍSMO ainda têm lugar no mundo contemporâneo?

O Altruísmo têm por base a preocupação de um ser humano para com outro ser humano. Este sentimento está cada vez mais raro e menos valorizado no mundo atual. Vivemos em uma sociedade onde ações, gestos e preocupações de um individuo para com seu semelhante estão se tornando exceções, quando na verdade deveriam ser a regra. Hoje percebemos um grande egoísmo do homem em tudo o que faz, e em todas as coisas e objetivos que quer atingir. Em nosso dia a dia valorizamos muito pouco os pequenos gestos de ajuda e colaboração.

Vejam os casos relatados diariamente nos jornais e nas TVs, o ser humano não pensa a longo prazo, pois o que hoje acontece com o outro um dia poderá acontecer com você. O curioso é que as manifestações de altruísmo surgem quando nos deparamos com grandes tragédias. Nesses casos, como nos terremotos do Haiti e do Japão ou das enchentes no Rio de Janeiro, existe uma grande comoção, todos procuram notícias, tentam ajudar e são solidários com as pessoas afetadas.

Esses casos nos levam às seguintes questões: Será que ainda podemos acreditar que é possível melhorar a sociedade em que vivemos?; Será que ainda há esperança de um dia vermos os seres humanos preocupados com outros seres humanos?; Por que o sentimento de solidariedade se manifesta, com grande ênfase, nos casos de tragédias de grande repercussão e muito pouco nos pequenos acontecimentos de nosso cotidiano?.

Infelizmente ser altruísta está fora de moda, ter preocupação com seu semelhante parece que não acompanhou a velocidade das mudanças da sociedade contemporânea, a internet e as redes sociais substituíram o contato pessoal e aquele bom papo onde duas ou mais pessoas se conheciam, ficavam amigas, contavam seus problemas e se ajudavam mutuamente.

A banalização dos crimes e do “vou conquistar o que quero a qualquer preço”, mesmo que tenha que passar por cima de alguém, está deteriorando valores que faziam a vida ser mais justa, mais fraterna e mais humana. Ser solidário, companheiro, amigo e altruísta, entre tantos outros bons sentimentos, precisam ser resgatados para que se possa pensar, em longo prazo, numa sociedade onde sejamos menos desiguais e mais fraternos.  (Editado por Tribuna do Recôncavo | Blog do Rossano).

Rastreamento do Câncer de Mama será iniciado em Sapeaçu nesta segunda, 21

O Programa Estadual do Rastreamento de Câncer de Mama vai realizar na cidade de Sapeaçu no Recôncavo Baiano, de 21 a 28/09, o mutirão de mamografias para mulheres com idade entre 50 e 69 anos.

A Unidade Móvel totalmente equipada de aparelhos de última geração estará instalada no Mercado Municipal da cidade, com previsão de atender mais de mil mulheres. A capacidade de exames diários é de 160 mamografias divididas em dois turnos.

De acordo com Jane Glaucia, diretora de Projetos Estratégicos da SESAB, além das mamografias, serão realizados os exames complementares para as pacientes que apresentarem alterações nas mamas.

“Os atendimentos serão agendados pelos Agentes Comunitários de Saúdes de cada localidade e pelas Unidades de Saúde mais próxima de sua residência. Será necessário que cada mulher, no dia agendado, tenha em mãos a xerox e original do RG e o cartão do SUS”, disse Glaucia.

Está ação já faz parte das atividades preparatórias para o Outubro Rosa, mês  de conscientização quanto ao câncer de útero  e mama. (Redação: Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM-PM-SAPEAÇU).

Saiba como escovar os dentes corretamente

Hálito puro e sorriso saudável são o resultado de uma boa higiene bucal. Isso significa que, com uma higiene bucal adequada:

  • Seus dentes ficam limpos e livres de resíduos alimentares;
  • A gengiva não sangra nem dói durante a escovação e o uso do fio dental;
  • O mau hálito deixa de ser um problema permanente.

Consulte o seu dentista caso sua gengiva doa ou sangre quando você escova os dentes ou usa fio dental, e principalmente se estiver passando por um problema de mau hálito. Essas manifestações podem ser a indicação da existência de um problema mais grave.

Seu dentista pode ensiná-lo a usar técnicas corretas de higiene bucal e indicar as áreas que exigem atenção extra durante a escovação e o uso do fio dental.

Confira 10 dicas fundamentais para a conservação dos dentes e uma melhor qualidade de vida: (mais…)

Evento discute condições de trabalho dos profissionais de saúde em Santo Antônio de Jesus

A Secretaria de Saúde de Santo Antônio de Jesus em parceria com a UFRB e com Núcleo Regional Leste (antiga Dires), realizou nesta sexta-feira (11/09) o Primeiro Encontro dos Trabalhadores da Saúde.

O encontro aconteceu no Salão Paroquial da Paróquia Santo Antônio e contou com a presença da Secretária de Saúde Laurijane Mercês e sua equipe, trabalhadores da Atenção Básica e a coordenadora do CEREST-SAJ, Karlyne Magalhães.

O encontro teve como principal objetivo discutir as condições de trabalho desses profissionais, e alertar para os cuidados que devem ser tomados para prevenir doenças ocupacionais. Segundo a Secretária de Saúde, Laurijane Mercês, o encontro proporcionou momentos de reflexão para melhorar a saúde dos profissionais em seu dia a dia de trabalho.

A agente de saúde, Daiana Bispo, destacou o evento como muito produtivo “É muito importante debater as temáticas e as dificuldades enfrentadas no dia a dia. Como trabalhadores da área de saúde, devemos ter outros momentos como esse”, disse. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM-PMSAJ).

Campanha contra pólio encerra segunda; apenas 50% do público está imunizado

Metade do público-alvo na campanha nacional de vacinação contra poliomielite de 2015 ainda não foi imunizada. Na Bahia, o número é de 80 mil crianças sem a imunidade. O ministério da Saúde informou que cerca de 6,4 milhões de crianças foram alcançadas no país, mas ainda faltam 6 milhões de imunizações.

A campanha que termina na próxima segunda-feira (31) tem pouco mais de 73 mil crianças vacinadas em Salvador, representando uma cobertura de 48% do público-alvo estimado. Devem ser vacinadas as crianças entre seis meses e cinco anos incompletos, ainda que já tenham completado o esquema de vacinação contra a pólio.

A vacinação começou no dia 15 de agosto e tem por objetivo atualizar o calendário vacinal das crianças. O ministério alerta que a poliomielite, conhecida como paralisia infantil, é uma doença infectocontagiosa grave que causa lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível. (metro1).

Ministério da Saúde autoriza repasse de R$ 1,6 mi para Secretaria de Saúde conter epidemias

O Ministério da Saúde autorizou, em publicação do Diário Oficial da União desta segunda-feira (10), repasse de R$ 1,6 milhão para ações emergenciais de controle e prevenção da dengue, chikungunia e zika vírus na Bahia. Foram registrados 53,5 mil casos suspeitos de dengue, 41,6 mil de zika vírus e 11,7 mil de chikungunya entre janeiro e o começo de agosto.

As três doenças já compõem uma tríplice epidemia no estado. A superintendente de Vigilância e Proteção à Saúde, Ita de Cácia, afirmou que o repasse de recursos foi em resposta a uma solicitação do governo do Estado, a partir da necessidade de melhorar as ações de enfrentamento à doença.

Ao todo, foram solicitados ao Ministério da Saúde R$ 15 milhões para realizar ações que incluem compra de teste rápido para detecção da febre chikungunya e de material para o controle do Aedes aegypti, mosquito transmissor das três doenças. Entre as ações emergenciais necessárias está promover a capacitação de profissionais de controle de endemias e profissionais de saúde dos municípios para que casos graves sejam imediatamente identificados e tratados. Até o momento, a Sesab notificou 57 casos da síndrome. (Publicado por Bahia Notícias / Editado por Tribuna do Recôncavo). (mais…)

Saiba as diferença entre dengue, chikungunya e zika

O Ministério da Saúde confirmou no mês de Maio a circulação do Zika vírus no Brasil. Esse vírus é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue e o chikungunya.

Sintomas e como tratar

O Zika vírus tem uma evolução benigna, e demora cerca de quatro dias entre a infecção e a manifestação dos primeiros sintomas.

A doença é caraterizada por febre baixa, olhos vermelhos sem secreção e sem coceira, dores em articulações, pontos brancos ou vermelhos na pele, dores musculares, dor de cabeça e dor nas costas. A doença é autolimitada, com os sinais e sintomas durando, em geral, de 2 a 7 dias.

O tratamento é de acordo com os sintomas e baseado no uso de paracetamol para febre e dor, sob orientação médica. Não há vacina contra o Zika vírus e a única forma de prevenção é combater os focos do mosquito Aedes.

Formas de prevenir a doença

O meio mais eficaz de prevenir novos casos da doença é evitando a sua proliferação. Seguem a seguir algumas dicas básicas:

*Evite deixar água parada em locais propícios para a multiplicação dos mosquitos como: latas, copos plásticos, pneus, vasos de plantas, garrafas ou caixa d’água, por exemplo.
*Não deixar com que a água da chuva se acumule nestes locais.
*Lixos devem ficar bem tampados e o uso de repelente faz-se ótima medida preventiva.
*Instalar redes de proteção nas portas e janelas da residência também pode ajudar a prevenir a presença do mosquito transmissor.

Diferença entre dengue, chikungunya e zika

Os vírus da dengue, chikungunya e zika são transmitidos pelo Aedes aegypti, e levam a sintomas parecidos, como febre e dores musculares. Mas as doenças têm gravidades diferentes, sendo a dengue a mais perigosa.

A dengue, que pode ser provocada por quatro sorotipos diferentes do vírus, é caracterizada por febre repentina, dores musculares, falta de ar e moleza. A forma mais grave da doença é caracterizada por hemorragias e pode levar à morte.

chikungunya caracteriza-se principalmente pelas intensas dores nas articulações. Os sintomas duram entre 10 e 15 dias, mas as dores articulares podem permanecer por meses e até anos. Complicações sérias e morte são muito raras.

Já a febre por zika vírus leva a sintomas que se limitam a no máximo 7 dias e não deixa sequelas. Não há registro de casos de morte provocados pela doença.

Em Santo Antônio de Jesus aconteceu nesta segunda-feira (20/07), uma reunião na Câmara de Vereadores que tratou sobre o Plano de Enfrentamento da dengue, chikungunya e zika. Plano este que precisa ser aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde. Sua finalidade é preitear incentivos financeiros para ampliar as ações de combate ao mosquito no município.

A primeira parte desse plano é a mobilização social, com jingle e mensagens para carro de som e emissoras de rádios. Assim como orientações para a busca de Unidades de Saúde mais próximas em caso de suspeita da doença. Entre as ações,  serão feitos mutirões em bairros com alto índice de infestação e gincanas em escolas através da Secretaria de Educação e Equipes da Atenção Básica.

De acordo com Karine Cristina, gerente de Vigilância epidemiológica, a mobilização é de extrema importância “Nós queremos trazer toda população para perto, pra poder nos ajudar no combate ao mosquito da Dengue”, disse. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo).

Valença e Castro Alves registram casos da síndrome de Guillain-Barré. Saiba como se prevenir

A síndrome de Guillain-Barré é uma doença neurológica caracterizada por fraqueza progressiva nas pernas, acompanhada de paralisia muscular. Em geral, a doença evolui rapidamente, atinge o ponto máximo de gravidade por volta da segunda ou terceira semana e regride devagar. Não se conhece a causa específica da síndrome. Ela acomete indivíduos que apresentaram alguma doença infecciosa aguda, entre 1e 3 semanas antes e está associada a vários vírus, inclusive ao vírus da Zika.

O sintoma preponderante da Síndrome é a fraqueza muscular progressiva, acompanhada ou não de alterações da sensibilidade, como coceira, queimação e dormência. A fraqueza se manifesta inicialmente nas pernas e atinge outras áreas do corpo de forma ascendente. Podem ocorrer perdas motoras e paralisia com flacidez dos músculos. Com a evolução da Síndrome, a fraqueza pode atingir o tronco, braços, pescoço, os músculos da face, e, em casos graves, afetar o sistema respiratório e a deglutição. Os sintomas regridem no sentido inverso ao que começaram, isto é, de cima para baixo.

O que devo fazer?

Procure imediatamente o posto de saúde ou o Hospital Regional. Caso a equipe médica detecte a síndrome, o paciente será encaminhado para o Hospital Couto Maia em Salvador. O Couto Maia atende apenas casos encaminhados e regulados para a unidade.

Como é feito o diagnóstico?
O diagnóstico deve ser feito primeiramente com uma avaliação clínica que vai reconhecer a paralisia com flacidez dos músculos. É seguido do exame do líquido da medula espinhal, que vai confirmar o caso. É muito importante estabelecer o diagnóstico diferencial com outras doenças autoimunes e neuropatias.

Qual o tratamento?

O tratamento da síndrome é feito por meio da administração intravenosa de imunoglobulina humana para estabilizar o paciente e iniciar a regressão do caso. As imunoglobulinas são uma mistura de anticorpos produzidos naturalmente pelo sistema imune do corpo. O enfermo deve ser atendido por equipe multidisciplinar, que inclui fisioterapeuta, fonoaudiólogo e infectologista, a fim de prevenir sequelas. Em casos mais graves, quando os músculos da respiração e da face são afetados, os pacientes necessitam de ventilação mecânica para o tratamento da insuficiência respiratória. A síndrome de Guillain-Barré exige internação hospitalar já na fase inicial da evolução.

INFORMAÇÃO: A Bahia já registrou 76 casos da síndrome de Guillain-Barré. Desse total, 42 foram confirmados, 25 ainda estão sendo investigados, 4 foram descartados e 5 deles foram resultantes de outros eventos neurológicos.

Entre 1º janeiro e 6 de julho deste ano foram  45.538 notificações de dengue, 8.906  de chikungunya e 32.873  de zika na Bahia. O estado da Bahia destinou 36 leitos para receber exclusivamente pacientes vítimas desta síndrome.

Os municípios com ocorrências de Guillain-Barré são: Salvador (26), Valença (1) Itabuna (1), Camaçari (2), Ipiaú (1), Serrolândia (1), Tanquinho (1), Jequié (1), Santa Bárbara (1), Conceição de Feira (1), Lauro de Freitas (2), Castro Alves (1) e Cândido Sales (1).  (Tribuna do Recôncavo).

Servidores da extinta Dires realizaram manifestação em Sto Antônio de Jesus

Os Servidores da Saúde no Estado da Bahia estão em greve desde segunda-feira (13/07). Os profissionais lotados no Núcleo de Santo Antônio de Jesus realizaram nesta sexta-feira (17), uma manifestação no portão da extinta 4ª Dires contra a atual situação da saúde na Bahia e em particular pela situação dos núcleos.

IMG_20150415_093807298

Dr. Silva Brito. Arquivo | Tribuna do Recôncavo

A psicóloga e servidora do estado, Dr. Silva Brito, relatou que desde a posse do atual secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, existe uma falta de diálogo com os servidores.  “Com o desmonte da Dires, nós fizemos uma grande mobilização em janeiro e a partir daí a gente vem nessa luta. O Secretário de Saúde do Estado ainda não disse pra que veio, inseguro, que titubeia em sua gestão, enquanto isso, problemas graves de saúde pública, que são dever do estado, estão aí fora de controle como a epidemia de  Zica, Dengue e chikungunya”, criticou.

Ela ainda disse que após as manifestações, as Dires não fecharam totalmente, porém não houve  a regulamentação. “Virou uma base, mas sem autonomia financeira, sem poder fazer as ações, a gente dava apoio aos municípios da região, os municípios nos requisitavam, mas agora não temos carros, não temos como fazer capacitações para que os municípios enfrentem suas epidemias. Então,   estamos muito fragilizados ainda, não só a questão do interior, a capital também está paralisando, os grandes hospitais públicos estão enfrentando graves problemas”, concluiu a psicóloga.

Entre as reivindicações da classe figura a realização de concurso público no estado, fim das privatizações dos serviços públicos de saúde, revisão do valor do ticket alimentação e transporte, além de reivindicações salariais.
IMG_20150415_092516582

Amarildo Carvalho. Arquivo | Tribuna do Recôncavo

Amarildo Carvalho, diretor do Sindisaúde, entidade que representa a categoria, afirmou que os servidores manterão o movimento em toda a Bahia, muito especialmente na região do Recôncavo.  “Queremos que o governo nos chame logo na mesa para resolvermos essa pauta”, comentou, acrescentando que até o momento não recebeu qualquer resposta por parte das autoridades da saúde do estado. Os servidores da saúde na Bahia permanecem em greve por tempo indeterminado, apenas 30% dos serviços considerados essenciais estão funcionando. (Editado por Tribuna do Recôncavo, com informações do blogdovalente)
.

‘Mais Médicos’ abre vagas para Amargosa, Laje e Cruz das Almas

O programa ‘Mais Médicos’ está com 33 vagas abertas para médicos brasileiros ou com diplomas revalidados em 25 municípios da Bahia. Os interessados devem se inscrever até este domingo (19/07), por meio do site do programa. Em todo o país são 276 vagas. Entre as cidades baianas com vagas abertas estão Feira de Santana, Campo Formoso, Cruz das Almas, Itaberaba, São Sebastião do Passé, Amargosa e Juazeiro.

No momento do cadastro, os candidatos deverão escolher entre a pontuação adicional de 10% nas provas de residência, atuando na unidade básica por, no mínimo 12 meses, ou permanecer no município por até três anos e obter benefícios como auxílios moradia e alimentação pagos pelas prefeituras.

Nos dias 20 e 21 de julho, os profissionais inscritos deverão indicar até quatro cidades de diferentes perfis onde desejam atuar conforme a sua prioridade. Os candidatos concorrerão somente com aqueles que optarem pelos mesmos municípios e, quem não conseguir alocação, terá acesso às vagas remanescentes que serão selecionadas no mês de agosto.

A previsão é que os primeiros profissionais brasileiros selecionados nesta etapa iniciem as atividades em agosto. Os próximos editais estão marcados para os meses de outubro deste ano e janeiro de 2016. (Editado por Tribuna do Recôncavo, com informações do globo.com).

Site do Mais Médicos:

Relação da cidades com vagas para o Mais Médicos:

Implantado em Sto Antº. de Jesus novo tratamento para portadores de paralisia cerebral

Você sabe o que é EQUOTERAPIA? É um método fisioterápico que se baseia na utilização do trote do cavalo como meio de tratamento em pacientes com sequelas sensoriais e motoras decorrentes de distúrbios neurológicos.

Após muitos anos de espera e empenho de várias pessoas, foi dado o pontapé inicial para a implantação do centro de equoterapia de Santo Antônio de Jesus. O centro é uma parceria da Associação Regional do Cavalo de Passeio (Arcap) com o 14° Batalhão de Polícia Militar. O treinamento da equipe e animais começou nesta quarta-feira (15/07).

Um dos policiais responsáveis pelo serviço agradeceu ao Coronel Piton pela parceria com a Arcap, sem a qual esse projeto seria inviável e ao Capitão Elismar por contribuir cedendo uma carga horária dos policiais para participar desse novo projeto.

Adriel, morador da zona rural de Dom Macedo Costa e Raissa, ambos portadores de paralisia cerebral, serão os primeiros pacientes a desfrutar desse serviço. (Editado por Tribuna do Recôncavo, com informações da criativaonline).

Grupo articula “abraçaço” em prol da Santa Casa de Valença

Funcionários, prestadores de serviços, autoridades políticas e parceiros da Santa Casa de Misericórdia de Valença, no Baixo Sul da Bahia, estão organizando um “abraçaço” em prol da instituição. A ação representa um gesto simbólico de adesão ao Movimento Nacional das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do SUS, chamando atenção para a grave crise financeira vivenciada pelas Santas Casas em todo o país.

O “abraçaço” deve reunir cerca de 400 pessoas, que vestidas de branco darão as mãos contornando todo o quarteirão ocupado pelo hospital. Antes do “abraçaço”, acontecerá a inauguração das novas unidades assistenciais da Santa Casa com dois espaços para Fisioterapia e um prédio anexo para atendimento do Mutirão de Cirurgias Eletivas e Ouvidoria.

A Santa Casa de Valença vem sofrendo os reflexos da crise na saúde. Desde o ano passado a instituição vivencia cortes nos valores repassados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB). Além desses cortes, o sub-financiamento do SUS vem estrangulando o orçamento da entidade, já que o valor pago não cobre o custo dos serviços.

Na manhã desta segunda-feira (06), o provedor Guido Araújo Magalhães Junior reuniu colaboradores da Santa Casa de Valença, objetivando conscientizar sobre a crise financeira que afeta a instituição. A equipe abraçou a causa e já iniciou uma mobilização nas ruas da cidade e nas redes sociais. Familiares, escolas e grupos organizados, a exemplo da OAB da cidade de Valença, também já garantiram apoio ao “abraçaço”, que será promovido na sexta-feira (10/07) às 11h da manhã. (Editado por Tribuna do Recôncavo, com informações da ASCOM).

11222789_651746448294512_5137423236505620704_n

Pedalar, uma prática cada vez mais presente em São Miguel das Matas e região

Com as facilidades da vida moderna, o sedentarismo ganha cada vez mais espaço no dia a dia, gerando ou agravando problemas de saúde. Manter uma dieta equilibrada e introduzir a atividade física na rotina são premissas básicas para ficar longe das doenças.

Em São Miguel das Matas no Vale do Jiquiriçá, alguns grupos tem se organizado e realizado pedaladas cotidianas como forma de manter a saúde e a coletividade, estreitando os laços de amizade entre as pessoas.

Andar de bicicleta faz bem para o coração: Por se tratar de um exercício aeróbico, a bicicleta estimula a frequência cardíaca e o músculo do coração. Entretanto, não é indicado para quem sofre de insuficiência.

Andar de bicicleta emagrece: Andar de bicicleta queima calorias e também reduz o percentual de gordura do corpo. Por isso, após algumas semanas de prática, já é possível observar a redução do manequim.

Andar de bicicleta fortalece as pernas e a barriga: Pedalar também trabalha os grandes grupos musculares das pernas, além de estimular a contração do abdômen, já que exige postura do ciclista. Por essas razões, andar de bicicleta tonifica as pernas e a barriga.

Andar de bicicleta não tem impacto nas articulações: Por ser um exercício que se pratica sentado, a bicicleta não é um exercício de alto impacto ou sobrecarga para as articulações. Exatamente por este motivo, é indicado para iniciantes e é, também, um ótimo exercício para quem está acima do peso. (Tribuna do Recôncavo) – (Redação:criativaonline).

Município de Santa Terezinha registra caso suspeito de síndrome paralisante

A jovem Silvane Sales foi hospitalizada em estado grave após sentir uma forte dor nos braços e no pescoço, vindo em seguida a desmaiar. Tudo aconteceu em sua casa que fica localizada na Volta da Serra, zona rural do município de Santa Teresinha (BA).

De acordo com as informações ainda não oficiais, tudo aconteceu depois que a mesma se levantou por volta das 7 horas da manhã, tomou café e foi até o quintal tirar a roupa do varal, quando voltou, se sentou no sofá e alegou que estava sentindo uma forte dor no braço. Depois disso a dor atingiu o pescoço e ela acabou ficando paralisada.

Diante da situação desesperadora, os familiares acionaram o serviço de emergência e a jovem foi socorrida para o hospital da cidade de Itatim onde recebeu os primeiros atendimentos. Vendo a gravidade da situação, foi logo transferida e encaminhada para o hospital Roberto Santos em Salvador onde se encontra internada e em coma.

Pertencente a uma família que dispõe de poucos recursos financeiros,  amigos de colégio e familiares estão realizando uma grande mobilização nas redes sociais em busca de arrecadar dinheiro para ajudar nas despesas com exames, medicamentos, cirurgias e possíveis deslocamentos. (Tribuna do Recôncavo, com informações da criativaonline)

Marcos Lessa faz balanço sobre ações do Conselho Municipal de Saúde em Sto Antônio de Jesus

O mandato do Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Santo Antônio de Jesus, Marcos Lessa, está chegando ao fim. Em contato com o Portal Tribuna do Recôncavo o mesmo fez um balanço de todas as atividades desenvolvidas pelo órgão no período de janeiro de 2013 a junho de 2015. Marcos fala sobre a fiscalização das obras da UPA, acompanhamento sobre a crise do Hospital Luiz Argolo, falta de médicos nas Unidades de Saúde, extinção das Dires etc.

Segundo Marcos, durante sua gestão a saúde de Santo Antônio de Jesus foi debatida de forma democrática e apartidária. Confira o balanço:

Novo governo municipal – O conselho tentou acompanhar a transição de governo, mas teve dificuldade devido à falta de quórum nas reuniões de novembro e dezembro de 2012, mas recebeu o representante da nova gestão, Senhor Alberto Sacramento expondo algumas preocupações que foram minimizadas pelo mesmo. Ao iniciar a nova gestão, as preocupações se confirmaram de forma ainda mais grave o que gerou uma paralisação de muitos serviços por cerca de 90 dias

UPA – No primeiro semestre de 2013 estivemos, alguns conselheiros, em visita as obras da UPA e constatamos diversas e graves irregularidades, como falta de segurança para os equipamentos lá estocados de forma irregular e que podia provocar furtos e defeitos. Solicitamos inventário do material e remoção dos mesmos do local ainda em obras. Foi detectada falta de alguns equipamentos e materiais e removido o material para um imóvel alugado especialmente para este fim. Diante da gravidade dos fatos, encaminhamos toda documentação levantada para o ministério público estadual que posteriormente o encaminhou para o ministério público Federal que abriu inquérito e está apurando as responsabilidades.

Crise no Hospital Maternidade Luís Argolo – O Conselho acompanhou as diversas etapas da crise que assola o HMLA e traz sérios prejuízos ao atendimento materno infantil na cidade e região. O conselho pediu a gestão municipal para estudar meios para municipalizar o HMLA ou para construção de uma maternidade municipal pois não acreditava na capacidade financeira do HMLA de dar continuidade de forma satisfatória a prestação dos serviços. Houve grande mobilização, inclusive com manifestações públicas e o Prefeito decidiu por uma subvenção em parcelas em torno de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) para apoiar o hospital na compra de insumos. Até hoje só foram liberadas duas destas parcelas, as demais foram bloqueadas por falta de certidão negativa de débito por parte do hospital. No momento se negocia o repasse do valor contratualizado ao município pelo ministério da Saúde para o atendimento materno infantil para o governo do Estado, que contrataria diretamente o HMLA e buscaria novos serviços para aumentar a receita do HMLA e instalar UTI Neonatal.

Falta de medicamentos – Foi uma constante neste período a falta de medicamentos e insumos nos postos de saúde e o conselho acompanhou de perto buscando minimizar o prejuízo causado a população. Precisam ser melhor planejados os processos de compra para evitar períodos sem cobertura de licitação, agilizar processo de punição para fornecedores que não cumprem os contratos e negociar com o governo do Estado a regularidade no fornecimento dos medicamentos sobre sua responsabilidade.

Dificuldade para marcação de exames e procedimentos – Por diversas vezes este assunto foi debatido no conselho, que defendeu a descentralização dos serviços com informatização. Há dificuldade na contratação de prestadores para algumas especialidades e o município tentou contratar por valores próximos ao do Planserv, mas mesmo assim não obteve êxito. Somente a melhora de qualidade do atendimento da atenção básica poderá mudar, este quadro, pois diante dos recursos limitados, é muito difícil atender a demanda atual por atendimento especializado.

Postos de Saúde – Neste período foram inaugurados dois postos de Saúde, o do Benfica e o do Zilda Arns e encontra-se em fase final de construção o Posto Médico do Bairro São Paulo. Foram reformados e trocado mobiliário em vários postos urbanos. Foi apreciado no conselho um plano de expansão que prevê a duplicação da equipe do posto São Paulo (a construção já prevê esta duplicação) e a duplicação do posto Santa Terezinha/Urbis III, além de equipe de saúde bucal nos postos urbanos que ainda não tem. Por solicitação do Conselho, foi incluído um posto para o Conjunto Cidade Nova II, em fase final de construção na localidade do Açougue Velho, onde está sendo construído o novo Conjunto Habitacional Minha casa Minha Vida.

Construção de 8 postos – Em setembro de 2013, o ministério da Saúde liberou recursos para construção de 8 postos de saúde para substituir unidades que funcionam em imóveis alugados. O conselho cobrou insistentemente que o processo de construção fosse deflagrado, e somente em janeiro de 2015 foi autorizada a construção de 7 postos, com previsão de conclusão em seis meses, mas infelizmente diversos problemas ocasionados por falha no planejamento atrasaram as obras. Na reunião do mês de junho de 2015, uma funcionária da prefeitura explicou os atrasos como necessidade de remoção de árvores e postes, declive acentuado do terreno sem previsão de terraplanagem na licitação, existência de rede pluvial sob o terreno que necessita ser desviada. Estes problemas estão sendo solucionados e a construtora se comprometeu em acelerar as obras. Um posto (CENTROSAJ) sequer foi licitado por não ter terreno disponível na área central da cidade.

Conselho Local de Saúde – Com o apoio da UFRB, foram instalados os conselhos locais de saúde dos bairros Irmã Dulce e Calabar/Urbis I, o que representa importante instrumento de mobilização da comunidade para discutir e propor solução para os problemas de saúde do bairro.

Regularidade de reuniões – Neste período todas as reuniões ordinárias foram realizadas, o que demonstra o compromisso da maioria dos conselheiros com a saúde pública do município.

Extinção da DIRES – O Conselho se posicionou contrário a forma como o governo do estado extinguiu as DIRES e participou de diversos movimentos visando a manutenção dos serviços prestados pelo Estado na região. O Conselho Estadual de Saúde está estudando a situação e em breve encaminhará sugestões ao Estado para regularizar estes serviços

Conferência de Saúde – No mês de maio de 2015 foi realizada a IV conferência de Saúde, preparatória as conferências estadual e nacional, que além de discutir o tema e eixos propostos, definiu nova composição de entidades da sociedade civil e de trabalhadores que formarão o conselho no próximo biênio. Por este motivo e para descolar o período de início de gestão municipal do início do biênio do conselho, aconteceu a prorrogação do mandato do atual conselho até 30 de junho de 2015.

54544

Marcos Lessa

Marcos Lessa concluiu citando a imparcialidade entre o conselho e o município. “Com a gestão municipal sempre houve um respeito mútuo, que oportunizou o debate, muitas vezes acalorado, mas com resultado positivo na maioria das vezes”.

O mesmo também agradeceu aos colegas conselheiros que mesmo sem remuneração sempre estiveram presentes nas reuniões lutando por uma saúde de qualidade, destacando o trabalho da Secretária Executiva, Edinalva Santos. A mesa diretora cujo mandato está encerrando nesse mês foi composta por: Presidente, Marcos Lessa; Vice, Suely Nolasco e pela secretária Inês Braz. (Tribuna do Recôncavo) (mais…)

Voltar à página inicial