9 mudanças na declaração do Imposto de Renda em 2020

9 mudanças na declaração do Imposto de Renda em 2020 - brasilFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

No dia 02 de março começa a corrida para a entrega da Declaração do Imposto de Renda 2020, referente aos rendimentos do ano de 2019. A obrigatoriedade de entrega continua a mesma do ano passado, já que não houve alteração na tabela progressiva.

A professora do curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário Internacional Uninter, Paolla Hauser, explica que as principais novidades estão relacionadas ao programa gerador do IR, que está com uma cara nova, mais detalhado do que nos anos anteriores.

“Entre as mudanças, podemos observar já na tela inicial que declarações novas estão separadas das já iniciadas e já transmitidas; dentro do programa, a ficha de bens e direitos, que há dois anos vem recebendo detalhamento maior de informações, inclui agora a obrigatoriedade de informar se o bem ou direito é do titular ou dependente daquela declaração”, explica a contadora.

Além disso, para as informações bancárias de conta corrente ou poupança foi incluído o campo de código bancário, o que não havia até o ano passado. Essa informação vai facilitar a identificação das contas para restituição ou débito automático em caso de imposto devido, pois o contribuinte poderá buscar os bancos cadastrados na ficha de bens e direitos, que já estiverem pré-cadastrados.

Outra novidade é para quem tem imposto a pagar e prefere que seja feito em débito automático desde a primeira parcela. Até o ano passado, o contribuinte deveria entregar a declaração até 30 de março para que a 1ª quota do IR fosse debitada diretamente da sua conta. Neste ano, é possível fazer isso até o dia 10 de abril. Para a entrega depois de 10 de abril, o débito automático será válido a partir da 2ª quota do imposto.

Aqueles contribuintes que quiserem destinar parte do seu imposto devido a alguma instituição, poderá fazer diretamente na ficha de “Doações Diretamente na Declaração”. Outra novidade é a doação também para o Fundo do Idoso e para o Fundo da Criança e Adolescente.

A ficha de rendimento recebido acumuladamente também aparece diferente, que é o preenchimento diretamente nessa ficha da parcela isenta para contribuintes com mais de 65 anos.

Com relação às deduções, os contribuintes não vão mais poder contar com a dedução do imposto de renda da parcela do INSS da empregada doméstica. Essa dedução não é mais permitida por falta de nova previsão legal.

Outro fator é que o fisco antecipou as restituições, o primeiro lote foi antecipado para o dia 29 de maio, no ano passado, a restituição começava em junho. Além disso, os valores serão restituídos até 30 de setembro, diminuindo assim o prazo que era até dezembro. Foram mantidas as prioridades para recebimento da parcela restituível.

Obrigatoriedade

Estão obrigados a apresentar a declaração anual aqueles que:

Receberam rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$ 28.559,70, e/ou em relação à atividade rural obtiveram receita bruta superior a R$ 142.798,50;

Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;

Efetuaram doações, inclusive em favor de partidos políticos e candidatos a cargos eletivos — para esses casos, é possível utilizar, além do Programa Gerador da Declaração (PGD) IRPF2020, o serviço “Meu Imposto de Renda”;

Pessoas físicas residentes no Brasil que no ano-calendário de 2019, entre outros: obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas; tiveram, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00.

Mutirão em Curitiba auxilia no preenchimento da declaração

Para ajudar a população, o Centro Universitário Internacional Uninter, promove um mutirão para sanar dúvidas sobre a declaração do IR. O evento, gratuito e aberto ao público, acontecerá no dia 18 de abril, em frente ao campus Garcez (Boca Maldita), das 9h às 14h.

Matéria: Lola Dias/ PG1 Comunicação

Histórias inspiradoras: 5 grandes empresas que quase faliram e hoje valem milhões

Histórias inspiradoras: 5 grandes empresas que quase faliram e hoje valem milhões - brasilImagem de PublicDomainPictures por Pixabay

Conheça algumas corporações que conseguiram dar a volta por cima em momentos turbulentos

Quando pensamos em uma grande empresa, logo a associamos a sucesso, estabilidade e muito dinheiro sem imaginar sua trajetória que inclui fracassos, crises e outras dificuldades enfrentadas para chegar ao topo.

“Investimentos feitos sem uma análise crítica sobre o seu impacto financeiro, mudanças nos modelos de gestão e nas estruturas, feitas de forma radical e sem respeitar a cultura e o DNA das empresas, descuido com a qualidade dos produtos e do atendimento ao cliente, imobilidade e falta de rapidez na absorção de novas tecnologias e inovações, planos de marketing não aderentes com os diferenciais e com o seu core business, são vetores relevantes para que empresas passem algumas vezes por turbulências e tempos difíceis”, explica o conselheiro independente de empresas e sócio-diretor da Exxe Consultoria Empresarial, Marcos Sardas.

Para refletir a respeito, Marcos listou cinco empresas que valem bilhões, mas que já enfrentaram grandes crises e deram a volta por cima.

Marvel – Quem conhece a grande empresa de HQs atualmente não imagina que ela quase acabou nos anos 90, chegando até pedir falência com uma dívida de mais de 600 milhões de dólares. No final dos anos 80 o mercado de quadrinhos estava a todo vapor nos Estados Unidos, por isso a Marvel decidiu fazer grandes investimentos na área, lançando as vezes seis edições diferentes de uma mesma história, por este motivo muitas pessoas foram contratadas pela empresa na época. Até que as vendas começaram a cair e a Marvel entrou em crise tendo que demitir centenas de pessoas. Com isso, a empresa decidiu aumentar o valor dos quadrinhos, mas com a demissão de seus principais funcionários da equipe de criação, a qualidade das histórias não eram boas, fazendo com que as vendas caíssem em 70%. Para tentar reverter a situação, a Marvel vendeu os direitos de suas histórias para empresas de cinema por um preço muito barato. Em 1998 foi lançado o primeiro filme da Marvel nos cinemas: Blade, o caçador de vampiros e, em 2000, o primeiro longa da franquia X-Men. Com o grande sucesso dos filmes, a venda das revistas em quadrinhos alavancou e a empresa conseguiu se estabilizar novamente, se tornando hoje uma grande referência em conteúdo geek.

Puma – Em 1993 a grande marca de roupas, sapatos e artigos esportivos quase fechou as portas. Com grandes concorrências e mudando de administração quase anualmente, a marca chegou a ter um prejuízo de aproximadamente 250 milhões de dólares. Tudo mudou quando Jochen Zeitz assumiu a companhia, implantou um plano de reestruturação para sair da crise e investiu muito no marketing, reconstruindo a imagem da Puma e recuperando suas vendas.

Fersol – Fundada em 1975, a empresa nacional de fertilizantes cresceu rapidamente até o ano de 1990, quando o plano Collor foi instituído e a empresa foi muito prejudicada, juntamente com muitas outras no mesmo período. Em 1995 a Fersol fechou o ano com uma dívida de 10 milhões de dólares e os especialistas contratados para avaliar a situação financeira declararam que não havia mais salvação. O fundador Michael Haradom não se deu por vencido, reuniu todo o seu quadro de funcionários e explicou a situação crítica na qual a empresa se encontrava. Alguns colaboradores resolveram pedir demissão, mas os que ficaram passaram por uma avaliação de desempenho, na qual foi revelada que grande parte dos trabalhadores da corporação não sabia ler, escrever e fazer contas básicas de matemática. Michael então decidiu capacitar seus funcionários e criou uma espécie de ‘escola’ após o horário de trabalho. Quem estudasse era recompensado com um bônus salarial. Em 2002 a Fersol entregou 30% de suas ações para colaboradores que estavam na empresa a mais de dois anos, esses funcionários passaram a ter voz nas decisões sobre a corporação, agora todos estavam devidamente capacitados e juntaram todas as suas forças para tirar a empresa da crise, que conseguiu recuperar-se.

Lego – Com grandes concorrentes no mercado e a tecnologia de games avançando cada vez mais, a Lego teve grandes problemas financeiros que começaram no final dos anos 90 e estenderam-se até a metade dos anos 2000. Em 2003 o prejuízo da empresa chegava a casa dos 200 milhões de dólares. Em 2004 vários funcionários foram dispensados, neste mesmo ano Jorgen Vig Knudstorp assumia a companhia e colocava seu plano de recuperação em prática: reduziu postos de trabalho e de produtos a serem produzidos, e investiu em pesquisa com crianças para entender o público de sua marca. Além disso, a Lego ampliou sua linha de brinquedos com sagas de grande sucesso, como Star Wars, Harry Potter e Piratas do Caribe.

Harley – Davidson – Em 1983 a fábrica de motos de grande porte quase acabou. Tudo começou em 1970 quando a produção de motocicletas estava a todo vapor, com mais de 75 mil unidades por ano, mas com a qualidade muito ruim, o vazamento de óleo era uma reclamação constante dos motoqueiros. Com isso, a concorrência japonesa começou a vender muito mais nos Estados Unidos. Com a crise, 13 empresários compraram a empresa e convenceram o governo a aumentar os impostos de importação de motos estrangeiras para conter as fabricantes do Japão. Mesmo assim, a empresa não conseguiu recuperar-se totalmente, até que em 1983 todo o marketing da empresa foi renovado. A Harley-Davidson percebeu que haviam alguns compradores das motos que as adotaram como um estilo de vida e formaram até famílias, então começaram a fazer eventos para reunir este grupo de pessoas. Todos os funcionários da empresa também começaram a frequentar eventos de motociclistas para entender melhor seu público e até um centro de treinamento para ensinar a pilotar motos foi criado. Assim, fortaleceram a marca, recuperaram seu público e salvaram a empresa da crise.

Sobre o autor:

Marcos Sardas possui mais de 35 anos de experiência como executivo de empresas e longa experiência como consultor. É sócio-diretor da Exxe Consultoria Empresarial. Conselheiro Certificado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, conselheiro independente de diversas empresas. Formado em Engenharia pela Escola de Engenharia Mauá e pós-graduado em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Matéria: Mariana Mimoso/ Digital Trix

Quer trabalhar fora? Mentor de negócios e carreira dá dicas para alcançar este objetivo

Quer trabalhar fora? Mentor de negócios e carreira dá dicas para alcançar este objetivo - brasilCrédito: Pixabay

Ter uma carreira internacional é o sonho de muitos profissionais brasileiros. Seja a partir de uma transferência, ou por vontade pessoal, se planejar é fundamental, afinal, uma mudança de país envolve não apenas transformações no dia a dia de quem está indo, mas também de sua família. Segundo André Rezende, mentor de negócios e carreira, o primeiro passo para fazer a transição e alcançar o objetivo lá fora, é ter metas fortes.

“O mais importante, na vida profissional e pessoal, em geral, é termos metas e objetivos bem definidos e fortes, pois eles serão sempre os motivadores para seguirmos nas decisões. A partir daí, é necessário montar um planejamento, com expectativas realistas. Se é necessário aprender um outro idioma, por exemplo, a carreira internacional não pode ser uma meta para daqui a 6 meses, mas talvez para mais adiante”, exemplifica o profissional.

André traçou três aspectos fundamentais na hora de planejar a mudança de carreira para fora do país:

Domine o idioma

Na verdade, essa é a primeira regra para quem quer crescer profissionalmente, inclusive no Brasil. Mas é claro que, para morar e trabalhar em outra nação, saber se comunicar bem é fundamental. O idioma que ainda domina a maioria das empresas em qualquer lugar é o inglês, que pode ser falado nos mais diferentes países. Em geral, pessoas que estão em multinacionais por aqui e são transferidas já costumam falar a língua inglesa. Mas quem for sair por conta própria, precisa se preparar bem.

“Para facilitar a adaptação em outro país, dominar o idioma local é fundamental. Daí, o planejamento: há algumas línguas mais fáceis para o brasileiro aprender, como as latinas. Então, é possível pensar em uma mudança mais rapidamente para países como México, Espanha ou Itália, por exemplo, do que para o Japão ou China, que tem vocabulários completamente diferentes”, comenta André.

Certifique-se de que sua profissão possua demanda para uma carreira internacional

A dica aqui é mais para quem está planejando uma mudança do “zero”, ou seja, sem ser a partir de uma transferência dentro de uma companhia. Vale começar a fazer esta busca desde o Brasil e a pergunta a ser feita é: no local escolhido, há demanda profissional para a área desejada? Se sim, buscar vagas por sites especializados, como Linkedin, ou até agências de emprego pode ser um bom começo. Pensar em vagas em multinacionais que tenham filiais aqui também é uma forma de abrir o caminho para o exterior.

“Entrar em contato com pessoas do destino escolhido e que trabalhem na área pode ser uma ajuda para conhecer um pouco melhor as diferenças culturais no ambiente de trabalho e o tamanho do mercado para aquela profissão. Agora, percebendo que não há demanda para a profissão, vale pensar em novos destinos onde aquele trabalho é buscado”, afirma o especialista.

Fique de olho nas mudanças pessoais

Não dá para descuidar da vida pessoal, já que mudar de país e cultura terão impactos não só na vida do profissional, mas em toda a família, caso todo o núcleo decida ir junto.

“É preciso estar atento, por exemplo, nas diferenças educacionais para os filhos (se houver), já que ano letivo é diferente no Hemisfério Norte, caso o país de escolha seja por lá”.

Há também a diferença de renda. Segundo o especialista, é incomum que ambos no casal sejam transferidos com empregos para fora. Ou seja: a renda de um dos cônjuges vai ser perdida na mudança e “raramente” o outro parceiro/parceira vai suprir a diferença apenas com seus rendimentos.

“Se o casal estiver de acordo, isso não é um problema. A questão é estar sempre atento às alterações na renda e no estilo de vida para evitar frustrações que podem, inclusive, desgastar a relação familiar, que já estará vivendo um momento de mudanças”, comenta André.

Sobre o autor:

André Rezende é consultor, palestrante e mentor de pessoas e negócios, com uma carreira focada em atingimento de objetivos e resultados. Formado em Administração de empresas, pós-graduado em Gerência Financeira, Finanças Corporativas e MBA executiva em finanças, além de psicologia positiva, já ocupou cargos executivos de gestão e liderança em grandes empresas. Como pano de fundo para sua metodologia está o Caminho de Santiago, uma peregrinação milenar realizada pelo especialista e que o inspirou a moldar seus projetos de consultoria e a escrever o livro “O caminho da Liderança”, que em breve será lançado.

Matéria: Mariana Mimoso/ Digital Trix

Entram em vigor as novas alíquotas de contribuição da Previdência Social

Entram em vigor as novas alíquotas de contribuição da Previdência Social - brasilFoto: DR/ Fotos Públicas

Entraram em vigor neste último domingo (01/03/2020) as novas alíquotas de contribuição da Previdência Social, pagas por trabalhadores da iniciativa privada. A alteração foi determinada com a Emenda Constitucional nº 103/2019, a reforma da Previdência. Pelas novas regras, quem ganha menos vai pagar alíquota menor e quem tem salário mais alto pagará mais, com alíquota progressiva.

O texto da nova Previdência, aprovado em outubro de 2019 na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, redistribui as faixas salariais e a taxa das alíquotas de contribuição. Até fevereiro deste ano, quem trabalhou com carteira assinada no setor privado contribuiu com um percentual que vai de 8% a 11% do salário.

A ideia defendida pelo governo federal e a maioria do Congresso é que, com essa nova tabela, quem ganha mais vai pagar mais e quem ganha menos, paga menos.

Sobre o autor:

André Luiz Moro Bittencourt é advogado, especialista em Direito Previdenciário pela Faculdade Inesp, e Direito Penal e Criminologia pela Universidade Federal do Paraná. Também é Professor de Extensão e Pós-Graduação na Escola da Magistratura Federal do Paraná, Escola Brasileira de Direito, CERS Cursos Jurídicos, Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário-IBDP, Meu Curso Cursos Jurídicos, Poordem Cursos Jurídicos, entre outros.

Matéria: Márcio Santos e Aline Moura/ M2 Comunicação

Petrobras reduz preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Petrobras reduz preços do diesel e da gasolina nas refinarias - brasilFoto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas

A Petrobras reduziu em 5% o preço do diesel comum e em 4% o preço da gasolina nas refinarias. As medidas da estatal passaram a valer no último sábado (29). O presidente Jair Bolsonaro destacou através de seu Twitter para revelar a redução.

“Este ano, a Petrobras reduziu quatro vezes o valor dos combustíveis nas refinarias e este é o quinto anúncio. Seguimos fazendo nossa parte e trabalhando para melhorar a vida dos brasileiros”, disse ele na publicação.

Os preços do diesel S500 para térmicas e do diesel marítimo caíram 5,1%. Já o diesel S10 para térmicas teve redução de 5,2% no seu valor.

Apesar dos novos valores praticados nas refinarias, não há impacto imediato no preço final pago pelo consumidor nos postos de combustíveis. A variação, nesse caso, depende ainda de outros fatos como o consumo dos estoques armazenados, impostos, margens de revenda e percentual da mistura dos biocombustíveis.

Informações: Agência Brasil | Redação: Bahia Noticias

Ibama encontra óleo próximo a navio encalhado na costa do Maranhão

Ibama encontra óleo próximo a navio encalhado na costa do Maranhão - brasilFoto: Divulgação/ Ibama

Uma inspeção realizada pelo Ibama nesta manhã (28) constatou uma mancha fina de óleo ao redor do navio Stellar Banner, que está encalhado a cerca de 100km da costa do Maranhão. Segundo o orgão federal, o óleo saiu do porão da embarcação e está a aproximadamente 830 metros do navio. Ainda não é possível afirmar a quantidade de resíduo despejado no oceano.

A empresa proprietária do navio acredita que o óleo observado no local seja resíduo do “óleo morto” que estava no convés e não um vazamento dos tanques de combustíveis. Uma equipe especializada contratada pela Polaris afirmou que os tanques estão intactos. Segundo eles, a casa de máquinas está seca e os motores de geração de energia estão em funcionamento.

A embarcação segue encalhada e com 300 mil toneladas de minério de ferro, além de quatro milhões de litros de combustível e óleo. Se houver vazamento, todo o material pode se espalhar pelo litoral. (mais…)

Sesab importa painel que identifica novo coronavírus em até 3 horas

Sesab importa painel que identifica novo coronavírus em até 3 horas - brasilImagem Ilustrativa | Foto: Pixabay

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) importou dos Estados Unidos um painel que pode identificar em até 3 horas pacientes infectados com o novo coronavírus no estado. O teste será rodado após o caso suspeito passar e ser negativado em outro painel, que testa outras 21 doenças causadas por vírus como o H1N1.

A ideia é ter o novo equipamento para identificar o coronavírus disponível já na próxima semana dentro do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Até lá, o estado deve utilizar emprestado o painel da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

“A gente vai rodar o teste. Se o resultado do painel indicar negativo para os 21 vírus, rodamos o teste específico para o novo coronavírus”, completou Vilas-Boas.

Bahia Noticias

Ministro da Saúde confirma 1º caso de coronavírus no Brasil

Ministro da Saúde confirma 1º caso de coronavírus no Brasil - brasilFoto: Josué Damacena/ Fiocruz

A contraprova realizada no brasileiro de 61 anos, que esteve na Itália, deu positivo para coronavírus.

Na última sexta-feira, dia 21, o exame inicial já havia indicado a presença da doença, que começou na China e se espalhou para outros países.

Este é o primeiro caso confirmado no Brasil. O Ministério da Saúde realiza uma coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira. Já foram registrados mais de 220 casos e sete pessoas morreram na Itália.

Bahia.Ba

Como a pecuária brasileira pode enfrentar o acordo comercial entre Estados Unidos e China

Como a pecuária brasileira pode enfrentar o acordo comercial entre Estados Unidos e China - brasilFoto: Edivalma Santana/ AGECOM

O recente acordo firmado entre as duas maiores potências econômicas do mundo – Estados Unidos e China -, pode enfraquecer a pecuária brasileira. Com o pacto, o país asiático, que hoje é considerado um dos maiores compradores da carne brasileira pode deixar de importar o produto brasileiro, para investir na compra da carne norte-americana.

No entanto, de acordo com o coordenador de especialidades da Quimtia Brasil, Jefferson Bittencourt, empresa especializada na produção de insumos para ração animal, algumas medidas podem ser importantes na hora de enfrentar uma “possível crise” no mercado brasileiro.

Segundo o especialista, para garantir a operacionalidade dos produtores de gado, aves e suínos, o primeiro passo é repensar os custos da produção animal. Para Bittencourt, cerca de 70% de todo o investimento no processo de produção animal está correlacionado aos preços da alimentação dos animais. Por isso, nos dias de hoje, a gestão destes gastos é importante e fundamental para a sobrevivência dos pecuaristas. (mais…)

O impacto da tecnologia VR no poker online

O impacto da tecnologia VR no poker online - brasilCrédito: Pixabay

A indústria do poker está mais forte do que nunca e cada vez mais em crescimento. O jogo de poker sempre foi muito popular entre os jogadores nos mais diversos locais do mundo, mas muito desse novo crescimento e aumento de notoriedade se deve ao aumento da popularidade do poker online, principalmente. E com o avanço e aumento do uso de tecnologias no dia a dia, a tendência é que o crescimento seja ainda maior e mais consistente.

Diferente do poker tradicional, o jogo de poker online dá mais flexibilidade ao jogador e existem sites para aprender como jogar poker em 888. As possibilidades de jogo são mais versáteis e práticas, permitindo que o jogador acesse as plataformas a qualquer hora do dia, de qualquer lugar, sem formalidades. Basta ter um dispositivo móvel com conexão à Internet. Com isso, o jogador tem mais facilidade de jogar, pode praticar suas táticas de jogo, jogar com pessoas de diversos locais do mundo, e aprender novas estratégias de jogo, em um mesmo lugar.

Esses foram alguns fatores que ajudaram a aumentar a popularidade do poker online. Todas essas facilidades atrairam um novo público para o jogo, e com isso, trouxe novas demandas para a indústria do poker. Como o jogo é totalmente ligado à tecnologia, é necessário que a indústria acompanhe as inovações e acrescente as mesmas ao jogo, mantendo o interesse e novidade para os jogadores. (mais…)

Ceará já registra 88 assassinatos durante greve de policiais

Ceará já registra 88 assassinatos durante greve de policiais - policia, brasilFoto: José Cruz/ Agência Brasil

No quinto dia de motim de policiais militares (MP) no Ceará, um balanço divulgado neste sábado, dia 22, pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) mostra que das 0h de quarta-feira, dia 19, às 23h59 desta sexta-feira, dia 21, foram registrados 88 assassinatos no estado. Os ministros Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) e André Luiz Mendonça (Advocacia-Geral da União) desembarcam segunda-feira, dia 24, em Fortaleza.

A comitiva interministerial acompanhará a Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que está sendo realizada no estado para tentar conter a onda de violência. Desde a última quinta-feira, dia 20, 150 agentes da Força Nacional e 2,5 mil soldados do Exército reforçam a segurança no Ceará. No comando da 10ª Região Militar, as autoridades terão informações sobre as atividades que estão sendo realizadas pelas Forças Armadas e pelos órgãos de segurança pública federais, estaduais e municipais.

Os ministros também serão recebidos pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT). Até agora, o governo do Ceará afastou 167 policiais militares que participam da paralisação. O afastamento por 120 dias e a abertura de processos disciplinares foram divulgados no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, dia 21. Os agentes investigados ficarão fora da folha de pagamento a partir deste mês de fevereiro. Os policiais também deverão entregar identificações funcionais, distintivos, armas, algemas, além de quaisquer outros itens que os caracterizem nas suas unidades.

Agência Brasil

Petroleiros fecham acordo e encerram greve de 20 dias

Petroleiros fecham acordo e encerram greve de 20 dias - brasilFoto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Representantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP) confirmaram nesta sexta-feira, dia 21, o fim da greve de 20 dias da categoria. O anúncio foi feito após audiência de conciliação com representantes da Petrobras, no gabinete do ministro Ives Gandra Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Além do fim da greve, ficou decidido que metade dos dias parados serão descontados na folha de pagamento e a outra metade serão compensados pelos empregados. As punições administrativas contra os grevistas também deverão ser canceladas pela estatal. Outra reivindicação dos petroleiros foi atendida e a escala de trabalho será elaborada pelos trabalhadores.

A questão das demissões em uma fábrica de fertilizantes da Petrobras no Paraná será discutida em outra reunião. Nesta quinta-feira, dia 20, após 20 dias de greve, os petroleiros suspenderam a paralisação e voltaram ao trabalho para aguardar o que seria definido na audiência de conciliação realizada nesta sexta-feira.

Metro1

Coronavírus: Grupo em quarentena em Anápolis poderá sair antes do previsto

Coronavírus: Grupo em quarentena em Anápolis poderá sair antes do previsto - brasilImagem Ilustrativa | Foto: Pixabay

Em adequação às normas da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Ministério da Saúde poderá liberar, a partir do sábado (22), o grupo de brasileiros vindos da China que se encontram em quarentena na Base Aérea de Anápolis, em Goiás.

A data precisa para a liberação do grupo depende do tempo para que a rodada de exames, feita nesta sexta-feira (21), fique pronta. O tempo para gerar resultado pode variar de 24 a 72 horas. Ao contrário do que foi planejado anteriormente, o grupo também não precisará ficar 18 dias em isolamento e sim 14, como determina a OMS.

“Eles voltam para casa ainda sob a tutela do governo. As pessoas voltarão aos seus locais de origem no Brasil. Podem voltar em voos da FAB ou voos comerciais, o que será organizado pela Defesa tão logo os exames sejam negativos”, afirmou o ministro interino da Saúde, João Gabbardo dos Reis.

Fonte: G1 | Redação: Bahia Noticias

Carnaval: Evite contágio de doenças pela boca

Carnaval: Evite contágio de doenças pela boca - saude, brasilCrédito: Pixabel

Segundo levantamento divulgado recentemente pelo Ministério da Saúde, o Brasil conseguiu evitar 2,5 mil mortes causadas pela Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids, sigla em inglês) entre os anos de 2014 e 2018. Apesar dos números, o órgão estima que atualmente 135 mil brasileiros vivem com HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana, na tradução) e não sabem.

O cirurgião-dentista do Seconci-SP (Serviço Social da Construção) Alexandre Martins explica que a cavidade bucal pode ser a porta de entrada para uma série de doenças, incluído o HIV, no caso do sexo oral. Daí a importância de uso de preservativo nesta prática, além do hábito de visitas regulares ao dentista para a detecção dos primeiros sinais da Aids. “Muitas lesões bucais surgem por consequência do declínio do sistema imunológico dos pacientes soropositivos. Por isso, em uma consulta de rotina, a doença pode ser identificada”, comenta.

O especialista destaca que nem toda ferida na cavidade bucal pode ser diretamente associada à Aids, pois aftas são itens relativamente comuns na maioria das pessoas e não estão diretamente relacionadas a uma doença específica. Apesar disso, manchas esbranquiçadas na língua e feridas persistentes na boca devem ser consideradas sinais de alerta.

Prevenção

O especialista explica que a saliva não possui uma quantidade viral suficiente para que uma pessoa possa se contaminar com o HIV por meio de um beijo em um indivíduo soropositivo, por exemplo. Contudo, cáries e infecções sexualmente transmissíveis, como herpes, sífilis, gonorreia e o Papilomavírus Humano (HPV), podem sim ser transmitidas por meio deste contato.

Outra doença que precisa estar no radar das pessoas, principalmente em época de festividades como o Carnaval, é a Mononucleose, conhecida também como enfermidade do beijo. Trata-se de uma doença infecciosa, assintomática, causada pelo vírus Epstein-Barr e transmitida pelo contato íntimo de salivas.

O cirurgião-dentista destaca que a melhor forma de prevenção é evitar beijar pessoas com feridas na boca e sempre realizar todos os tipos de relações sexuais com proteção. “Outra dica muito importante é evitar colocar as mãos na boca, principalmente quando estiver em locais com grande aglomeração de pessoas, pois vírus como os da herpes podem ser transmitidos ao tocar uma ferida e levar a mão à cavidade bucal”, finaliza.

Matéria: Karina Gaudereto, Harley Moreira  e Raquel Brito/ Seconci-SP

Condutor flagrado em excesso de velocidade ou sob efeito de bebida alcoólica pode perder o seguro

Condutor flagrado em excesso de velocidade ou sob efeito de bebida alcoólica pode perder o seguro - brasilFoto: Marcello Casal jr/ Agência Brasil

O feriado de Carnaval está chegando e muita gente começa os preparativos para viajar e aproveitar com a família e os amigos. Mas, nesta época, é preciso redobrar os cuidados nas estradas para evitar acidentes. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os fatores que mais contribuem para aumentar o risco de acidentes no período são consumo de bebida alcoólica, excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares e falta de uso de equipamentos de segurança, como capacete, cinto de segurança e cadeirinha. Todas essas infrações são consideradas graves ou gravíssimas pelo Código de Trânsito Brasileiro, e além de resultarem na perda de pontos na carteira, pesam no bolso do condutor.

O advogado Emerson Magalhães, especialista em direito securitário, lembra que o motorista que dirige em alta velocidade pode também perder o seguro em caso de acidentes. “Em nosso ponto de vista, ao conduzir em alta velocidade, o segurado agrava substancialmente o risco do seguro contratado, faltando, assim, com seu dever de boa-fé, pois sabidamente está descumprindo a legislação de trânsito”, comenta. “O condutor que transita em alta velocidade não comete uma infração menor do que aquele que transita embriagado ou faz ultrapassagem em faixa contínua. Assim, assume de maneira inequívoca o risco elevado em causar crime de trânsito, e não podemos mais tratar essas ocorrências como acidente”, diz.

Para o especialista, o segurado que, comprovadamente e de maneira consciente, envolve-se em acidente de trânsito, cuja causa primordial tenha sido o excesso de velocidade, perde o direito à cobertura contratada junto ao agente segurador.

Luiz Gustavo Campos, diretor e especialista em trânsito da Perkons, reforça que a mistura de álcool e direção, que infelizmente aumenta durante feriados de carnaval, pode ser fatal. “Os efeitos da alcoolemia ao volante são notórios e, muitas vezes, resultam em perda de vidas. O trânsito pode e deve ser um lugar seguro e o direito de ir e vir de cada cidadão, preservado. O melhor do feriado e ir e voltar em segurança, sempre”, enfatiza.

No balanço da Operação Carnaval 2019, a PRF fiscalizou 185.741 veículos, resultando em 63.313 autos de infração, entre eles 8.542 flagrantes de ultrapassagens indevidas, uma das maiores causas de colisões frontais, 5.206 autuações por falta do uso de cinto de segurança e 1.959 autuações por embriaguez ao volante. Além disso, foram registradas 1.040 pessoas pilotando motocicletas sem o uso de capacete e 846 crianças sendo transportadas sem os cuidados necessários.

Matéria: Paula Batista/ Lide Multimídia

Durante o Carnaval, incidência de crimes sexuais envolvendo crianças e adolescentes aumenta em até 20%

Durante o Carnaval, incidência de crimes sexuais envolvendo crianças e adolescentes aumenta em até 20% - brasilFoto: Pixabay

A Organização Humanitária Internacional Aldeias Infantis SOS Brasil, líder em cuidado infantil e que atua no Brasil há mais de 50 anos, volta com sua campanha #DeUmBasta para o Carnaval.

Só no primeiro semestre de 2019, o Disque 100, canal do Governo Federal para denúncias de violações aos direitos humanos, recebeu aproximadamente 9 mil ligações envolvendo crimes sexuais contra crianças e adolescentes, uma média de 47 ocorrências por dia. As denúncias de abuso sexual representaram 80% deste total e 14% das ligações relatavam algum caso de exploração sexual, mais conhecida como prostituição infantil. Já, dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos apontam que durante o Carnaval, há um aumento de 20% na incidência de crimes sexuais envolvendo crianças e adolescentes. Com números alarmantes, a campanha #DeUmBasta visa conscientizar a sociedade sobre essa realidade, mostrando o cenário da violência e auxiliando na sua prevenção.

A atenção ao comportamento é essencial, pois, crianças e adolescentes vítimas de crimes sexuais costumam apresentar mudanças de conduta, como dificuldade de relacionamento, irritação, brigas constantes, abordagem de temas (como sexo) de maneira incompatível com a idade, isolamento social por meio da depressão, baixa autoestima, uso de drogas e males físicos, como dores de estômago, disfunção renal e dores de cabeça. No site da campanha, também é possível ter mais informações, em tópicos como: “O perigo mora em casa: conheça o perfil dos agressores”, “Como a sociedade pode ajudar”, “Em caso de abuso, como agir?” ou “Saiba onde Denunciar”.

Para conhecer mais sobre a campanha e saber como ajudar, acesse o site: www.aldeiasinfantis.org.br

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Matéria: Ana Velasco/ Agência Man

Voltar à página inicial