Trinta e duas pessoas foram conduzidas e 24 crimes eleitorais foram contabilizados, até às 19 horas de domingo, dia 30, durante a segunda etapa da Operação Eleições, em todo a Bahia. No total, durante os dois turnos do processo eleitoral, 102 delitos eleitorais e relacionados ao processo foram flagrados pelas forças de Segurança Pública estaduais.

Entre às 7 da manhã e às 19 horas de domingo, unidades das Polícias Militar e Civil, computaram 32 conduções por unidades, registrados 22 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) e uma via de fato. Já de delitos específicos do pleito eleitoral foram registrados 23 transgressões, sendo seis violações de voto, cinco bocas de urna, cinco propagandas de partidos ou candidatos, dois transportes irregulares de eleitores, um uso de alto falantes ou carreata, duas recusas de instruções da Justiça Eleitoral, além de prejuízos ao trabalho eleitoral e impedimento do exercício do processo eleitoral.

A tecnologia também foi aliada durante o pleito, observado de perto pelo Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no Centro de Operações e Inteligência (COI), no COI. O CICC acompanhou 16 ocorrências por falta de energia em locais de votação, na capital e no interior do estado.

Metro1