A Rússia usou drones iranianos para bombardear a capital da Ucrânia, Kiev, na manhã desta segunda-feira, dia 17. Dados preliminares do governo ucraniano indicam que três pessoas morreram, entre elas uma mulher grávida de seis meses.

Ao menos 18 ucranianos ficaram feridos e dois estão soterrados. Além disso, um prédio de 120 anos, considerado patrimônio da cidade, foi destruído. Conhecida como ‘drones kamikazes’, a arma utilizada para o bombardeio causou vários incêndios e danificou quarteirões residenciais de Kiev.

Em tentativa de defesa, a Força Aérea da Ucrânia destruiu 15 drones e três mísseis de cruzeiro russos. A investida de Vladimir Putin seria um contra-ataque a uma ação, que considera como terrorista, que deixou 11 mortos e 15 feridos, no último sábado, dia 15, em um campo de treinamento da Rússia.

Metro1