Medindo as expectativas dos brasileiros nas datas mais importantes do varejo, a Score Retail, empresa de data retail da B&Partners, em parceria com a Hibou – empresa especializada em pesquisas e insights de mercado e consumo – entrevistou 1054 pessoas entre 26 e 28 de setembro de 2022 para a edição do Pulso de Dia das Crianças. O estudo compreende as necessidades e escolhas dos consumidores para a data.

Os participantes desta edição foram questionados sobre idade das crianças, parentesco e como será celebrada a ocasião. Para o último quesito, 19% dos brasileiros afirmam que será um dia normal da semana; 17%, afirma que vai passar em casa; 13% vão até a casa das crianças para um encontro; 11% planejam ir ao parque; 10%, ao shopping e 8% vão receber os familiares em casa.

Em relação às compras, disparados 42% dos consumidores pretendem gastar entre R$50 e R$150, e o restante divide-se em:

  • 26% de R$150 a R$250
  • 14% até R$50
  • 11% de R$250 a R$500
  • 2% de R$500 a R$1.000
  • 1% mais de R$1.000
  • 1% não compra presente de Dia das Crianças

Ao comparar o ticket médio, apenas 8% disseram que o valor foi menor do que o gasto em 2021. Quase metade, 47%, afirmaram que o valor é o mesmo praticado no ano anterior e 30% afirmam que o gasto será maior do que no ano passado. Na contramão, 15% não compraram presentes em 2021.

Para o Dia das Crianças, o setor de brinquedos se destaca. Na pesquisa, 51% dos brasileiros afirmaram comprar presentes deste segmento. Na sequência foram citados

Vestuário (37%); Jogos educativos (31%); Livros (27%); Kits de montar (19%); Calçados (19%); Passeios (16%); Jogos de tabuleiro (15%); Produtos de fabricação própria (14%) e

Games (13%).

Compras online x presencial

E onde será comprado o presente de Dia das Crianças deste ano? As respostas mostram que o ponto de venda físico está retomando seu lugar, e o digital permanece em alta: 65% vão às compras em loja física; 44% vão comprar pela internet com entrega em casa; 2% irão produzir o presente; 2% vão encomendar online e retirar em loja. 1% não responderam.

Nas compras pela internet, a preferência pelos sites do varejo digital está em alta:

66% sites de redes de varejo totalmente digitais (Submarino, Amazon, entre outras) ;

38% sites de redes de varejo de shopping (Fast Shop, Ponto Frio, Americanas, entre outras);

38% MercadoLivre

15% Site da marca

8% Sites de pequenos lojistas

6% Redes sociais – loja da marca / pessoa

4% Redes sociais – anúncios / posts

4% Site de hiper ou supermercados

3% Redes sociais ou grupos online

3% Google Shopping

1% App de delivery

4% Outros

Personagens e licenciamentos

O Pulso Dia das Crianças também perguntou sobre o interesse por personagens favoritos e produtos licenciados. Naruto é o personagem mais citado. Para 40% existe, sim, a preferência por produtos com seus personagens para as crianças; 37%, dizem que depende tanto do produto quanto do personagem; 5% afirmam que raramente isso influencia e, no máximo, acaba sendo um critério de desempate na hora da escolha. 19% não se importam com estes critérios.

Em 2022, a pesquisa descobriu que os personagens, desenhos, histórias e personalidades “da vez” sobre os quais as crianças não param de falar a respeito:

Com os presentes para as crianças mais próximas do convívio, o estudo também buscou saber se além dos pequenos que os pais e responsáveis costumam presentear, os entrevistados também colaboram com ações sociais que comemoram a data. 37% responderam que sim; 34%, não; e 29%, depende da iniciativa.

Metodologia

A pesquisa foi feita por abordagem digital com 1054 respostas, 57% feminino e 43% masculino nos Estados SAO/POA/BHZ/RIO/SSA/CWB/BSB/REC/MAO. Na pesquisa também são levantadas informações básicas sobre renda familiar, que resultou no seguinte cenário: A++: 2%; A+ ,5%; B1: 15%, B2: 21%; C1: 24%; C2: 10%; DE: 6% e Prefiro não responder: 17%. O estudo foi feito entre 26 e 28 de Setembro de 2022 e o resultado apresenta 3% de margem de erro.

ASCOM