web analytics

Brincadeira no WhatsApp trava celular Android ao receber emoji

Foto: Reprodução / Portal Online

O emoticon de um animal inofensivo tem causado dor de cabeça para pessoas que usam o aplicativo WhatsApp no Android. Usuários têm relatado que ao apertar ou tentar apagar a mensagem de um esquilo na aplicação, o celular trava e precisa até ser reiniciado para voltar ao normal.

Diante da falha, uma mensagem com o esquilo está sendo compartilhada com os dizeres “aperte aqui”, como forma de brincadeira entre contatos. Ainda não há informações de que o aparelho seja danificado por causa do bug, ou que sejam roubados dados dos usuários, mas a orientação é não pressionar ou compartilhar a mensagem com o animal.

O travamento acontece por conta dos espaços em branco que acompanham o emoticon de esquilo, que são preenchidos com sequências de caracteres que não são interpretados pelo Whatsapp. (Bahia Noticias)

Ataque hacker expõe dados de 100 mil clientes do banco Inter

Foto: Pixabay

Dados pessoais de cerca de 100 mil clientes do Banco Inter foram expostos, durante as últimas semanas, após um suposto ataque hacker. Senhas, fotos de cheques e documentos estão entre os arquivos presentes em uma pasta criptografada de 40 GB, que foi recebida pelo site ‘TecMundo’. De acordo com a reportagem, um hacker autodenominado “John” enviou um manifesto ao portal dizendo como teve acesso a estes dados, e quais foram os motivos que o levaram a invadir o sistema do banco. Ele também dá detalhes de uma suposta situação de extorsão, afirmando que o banco pagaria para deixar “este caso de lado”. O hacker disse que o pagamento não foi realizado.

“John” disse que explorou uma brecha na nuvem do sistema bancário para obter os dados dos clientes do banco. Em comunicado, o Banco Inter nega a notícia. Confira a nota na íntegra: “O Banco Inter comunica que foi vítima de tentativa de extorsão e que imediatamente constatou que não houve comprometimento da segurança no ambiente externo e nem dano à sua estrutura tecnológica. A companhia esclarece, ainda, que comunicou o fato às autoridades competentes e a investigação corre em sigilo. Reforça também que, conforme a Lei 5.250/1967, Art. 16, é crime a divulgação de “notícias falsas ou fatos verdadeiros truncados ou deturpados” a respeito de instituição financeira, ou para causar “perturbação da ordem pública ou alarma social”.

O TecMundo confirmou 81,609 mil nomes no vazamento, enquanto o hacker afirma serem mais de 300 mil nomes envolvidos, o que incluiria todos os clientes do banco, muitos documentos dentro do arquivo de 40 GB estavam protegidos por senhas, não sendo possível a confirmação das outras milhares de contas alegadas. O Banco Inter, que também recebeu o arquivo de 40 GB, negou uma invasão e comentou: “O Banco Inter segue as regulamentações de segurança aplicáveis à natureza do serviço prestado, estando em conformidade com as boas práticas no que se refere à proteção dos dados pessoais de seus clientes. Nesse sentido, busca constantemente o aperfeiçoamento de sua segurança digital. Inclusive, é pioneiro na migração de dados para computação em nuvem junto ao seu parceiro Amazon Web Services”. (Noticias ao Minuto)

Ford criou uma forma de cegos ‘sentirem’ a paisagem em viagens

A Ford criou um pequeno dispositivo que, quando aplicado à janela de um carro, permite a cegos ‘sentirem’ a paisagem que está a volta. O aparelho recebeu o nome ‘Feel the View’ (Sinta a vista, em português) e é capaz de captar uma fotografia da paisagem e traduzi-la em braille por via de 27 pontos no vidro do carro.

O ‘Feel the View’ foi desenvolvido pela equipe italiana da Ford em colaboração com a Aedo, uma startup que se foca em dispositivos voltados para cegos. Além dos pontos e vibrações no vidro, o ‘Feel the View’ também faz uso de um assistente digital que, por via oral, ajuda a colocar a imagem no contexto da viagem, conta o DesignBoom. Ficou curioso? O vídeo abaixo dá uma ideia de como o ‘Feel the View’ funciona e das suas potencialidades para o futuro. (Noticias ao Minuto)

WhatsApp terá stickers e videochamadas em grupo

Foto: Divulgação

O WhatsApp é conhecido por seus milhões de grupos, incluindo família, amigos, colegas da faculdade e trabalho. Mas, se você quiser fazer uma videochamada em grupo, o app não permite. Isso vai mudar em breve. Na conferência F8, o Facebook anunciou que o WhatsApp terá videochamadas em grupo “nos próximos meses”. Elas funcionarão em smartphones e terão, no máximo, até quatro participantes.

Desde 2016, o aplicativo permite fazer chamadas em vídeo, mas só com outra pessoa. Enquanto isso, o Instagram acabou de anunciar que terá videochamadas com uma ou mais pessoas. Além disso, o WhatsApp confirmou que terá stickers “em breve”. Já vimos diversos sinais de que isso iria acontecer, mas agora é oficial. Além das opções criadas pela própria empresa, será possível usar packs de terceiros.

Há alguns meses, o WABetaInfo mostrou o que esperar deste recurso, presente no Telegram desde 2015: Por fim, o WhatsApp compartilhou quantas pessoas estão no Status, seu clone do Snapchat: são 450 milhões de usuários todo dia. Ou seja, este é o produto de Stories mais popular do mundo — mais até que o Instagram Stories. (Tecnoblog)

CNH digital já pode ser feita em todo o país

Foto: José Cruz/ Agência Brasil

O Rio de Janeiro é o último estado a aderir à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital. Com isso, o documento poderá ser usado pelos motoristas em todo o Brasil, bastando apresentar a tela do celular sempre que solicitado. Para usufruir da novidade, é preciso ter a carteira de motorista com o QR Code impresso, um código quadrado com vários pontos pretos, que funciona de forma semelhante ao código de barras. Quem não tem a carteira com o QR code, poderá esperar a renovação do documento, ou pedir a segunda via da CNH, pagando a taxa correspondente para isso.

No Rio de Janeiro, por exemplo, o custo da nova via é de R$ 139,90. O Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran) divulgou a novidade nesta quinta-feira (26), em nota publicada em sua página na internet. “O Detran acaba de lançar a CNH Digital em todo o Rio de Janeiro. Para aderir à novidade, basta ir aos postos de habilitação do órgão, sem necessidade de agendamento, para atualização de e-mail e telefone na hora de renovar ou solicitar segunda via da carteira de motorista, que virá com um leitor de código digitalizado (QR code). Quem já tiver a CNH com QR code só precisa atualizar seus dados nos postos”, informa a nota.

De acordo com o Detran, em seguida, o usuário terá que acessar o Portal de Serviços do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), para baixar a CNH Digital no telefone celular. “Primeiro, será solicitado pelo Denatran que o usuário preencha uma ficha de cadastro. Depois, será enviado um código para o motorista, que deverá baixar o aplicativo da CNH Digital em seu telefone celular através das lojas virtuais Google Play e App Store”, detalhou o Detran. (mais…)

Aplicativo do Google permite que pais localizem filhos em tempo real

Foto: Pixabay

Não saber onde seus filhos estão pode ser motivo de grande ansiedade. Pensando nisso, o Google criou um aplicativo para que pais possam localizar seus filhos em tempo real. A ferramenta de monitoramento do Family Link foi desenvolvida para garantir a segurança de crianças – e tranquilidade dos pais. O sistema está disponível para os sistemas Android e iOS.

Como configurar? Primeiro, abra o Google Family Link. Toque em Ver, localizado ao lado do nome do seu filho. Depois, toque em Localização e vá em Configurar. Toque em Ativar e espere alguns instantes para que a localização da criança seja atualizada. Pressione Ok em seguida. Quando a localização estiver disponível, a ferramenta vai mostrar um mapa. Para salvar locais habituais, como a escola, selecione a opção Adicionar Marcador.

Está pronto! Vale ressaltar que o aplicativo também serve para que pais possam controlar o uso de aplicativos nos celulares de crianças de até 13 anos. Além de possibilitar o bloqueio de determinados apps, os responsáveis podem até definir horários proibidos de acesso ao aparelho. (Noticias ao Minuto/ TechTudo)

Camaçari recebe 1º torneio de robótica

Foto: Divulgação/ Ford

Mobilidade Urbana é o tema do 1º Torneio de Robótica Ford, que será realizado no dia 4 de maio, das 10h30 às 16h, no Shopping Boulevard Camaçari (BA). O evento reunirá provas a serem disputadas por cinco equipes formadas por alunos do Ensino Fundamental II da rede pública de Camaçari que participam do Curso de Robótica do Programa Ford de Educação para Jovens.

A iniciativa da Ford, em parceria com o SESI e apoio da Secretaria Municipal de Educação, tem como objetivo estimular a capacidade de inovação e criatividade entre os jovens da cidade. A programação do Torneio inclui oficina de robótica aberta ao público, exposição de protótipos e de projetos de pesquisa na área de mobilidade urbana e rounds realizados na arena do Robô.

A prova final, que definirá a equipe vencedora do 1º Torneio de Robótica Ford, será realizada a partir das 15 horas. O público poderá acompanhar, gratuitamente, todas as atividades da competição no piso térreo do Shopping Boulevard Camaçari, em frente ao SAC. (ASCOM)

Primeiro vídeo do YouTube comemora 13 anos

Foto: Reprodução/ YouTube

O primeiro vídeo publicado na história do YouTube comemorou 13 anos nesta segunda-feira dia 23 de abril. A publicação, uma sequência de 18 segundos feita por Jawed Karim, co-fundador da rede, foi postada logo após o domínio do site ter sido declarado oficialmente da empresa.

Pelos padrões atuais do site, o vídeo “Me at the Zoo” (“Eu no Zoológico”, em tradução livre) é bastante maçante, com Karim falando para a câmera em frente ao recinto dos elefantes.

Desde então, mais de 48 milhões de pessoas já assistiram ao vídeo, que permanece como a única publicação no canal do empresário – fundador também da Youniversity Ventures, que investe em startups com produtos inovadores. (Correios) Confira o vídeo:

Saiba como ouvir o áudio no WhatsApp antes de enviar

Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas

Você costuma mandar muitos áudios pelo WhatsApp? E você sabia que é possível escutá-lo antes de enviar? Antes de começar a explicação, é necessário dizer que esta opção só está disponível para usuários de iPhone. Outra coisa importante é: se você for interrompido por alguma função do celular, como ligações ou notificações, você não vai conseguir salvar o áudio e irá precisa gravar de novo.

Para ouvir o que você acabou de dizer antes de enviar, basta começar a fazer a gravação da mensagem e bloquear com um cadeado para não precisar ficar segurando o botão do microfone. Segundo o Olhar Digital, para fazer isso, é só pressionar o botão e arrastar para cima.

Assim que terminar, não clique em nada e saia do aplicativo clicando no botão Home. Aquele é aquele que fica no meio do aparelho. Depois, é só entrar novamente no aplicativo. A mensagem vai estar salva na conversa e você vai conseguir conferir se ficou boa antes de enviar. Não gostou? Você pode apagar. (Noticia ao Minuto)

WhatsApp ganha função para remover status de administrador em grupos

Foto: Pixabay

Para pessoas que administram grupos no WhatsApp, uma novidade interessante. Agora se pode retirar o status de administrador de qualquer membro de forma simples. Ou seja, é possível remover a condição sem precisar expulsar a pessoa do grupo. No entanto, somente o outro administrador pode o fazer.

Até então, a única maneira de fazer isso era afastando o participante e adicionando-o novamente depois, as informações são do Tec Mundo. O novo recurso está disponível na versão 2.18.41 do WhatsApp para iOS e na versão 2.18.120 para Android, ainda em fase Beta.

Para remover o status de administrador de um membro de grupo que você participa, acesse a lista de integrantes, mantenha o dedo sobre o participante e use a opção “Remover como admin”. (Noticias ao Minuto)

Golpe da recarga grátis pelo WhatsApp já fez mais de 26 mil vítimas

Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas

Com a oferta tentadora de recarga de celular, um novo golpe vem sendo executado no WhtasApp. A mensagem já enganou mais de 26 mil usuários do aplicativo em menos de 24 horas. Na mensagem, a recarga de R$ 70,00 em créditos é oferecida em troca do compartilhamento de um link malicioso pelo App. Tal endereço leva à instalação de apps para gerar faturamento aos criminosos, e a recarga prometida nunca ocorre.

O ataque foi identificado pela PSafe, por meio do aplicativo DFNDR security. Segundo a empresa de segurança, as vítimas seguem crescendo e, aparentemente, está circulando apenas no Brasil. No ciberataque, a página visitada pelas vítimas contém comentários falsos do Facebook que simulam usuários beneficiados com as recargas. Os depoimentos acabam encorajando a pessoa a compartilhar a mensagem com os amigos para ter o mesmo benefício. Para sua proteção a este e outros ataque, é importante desconfiar de links recebidos em mensagens, mesmo que estas sejam enviadas por amigos ou familiares.

Alguns aplicativos de segurança podem ajudar na tarefa, alertando sobre a presença de links perigosos. O DFNDR security conta com uma ferramenta anti-phishing capaz de identificar conteúdo suspeito no WhatsApp, Facebook Messenger ou em mensagens SMS. É possível encontrar recursos parecidos também em soluções como AVL e Avira. (Noticias ao Minuto/ Tech Tudo)

Novo recurso do WhatsApp permite baixar fotos excluídas

Foto: Pixabay

Um novo recurso do WhatsApp permite que você baixe novamente as fotos ou vídeos que você excluiu do seu smartphone. A novidade está disponível no aplicativo para celulares com sistema Android. De acordo com o site WABetaInfo, que testa versões preliminares do app, todo tipo de anexo enviado pelos seus contatos pode agora ser baixado mais de uma vez: mensagens de voz, gifs animados, documentos e mídias.

A novidade, entretanto, traz uma mudança importante na forma como o WhatsApp lida com as mensagens enviadas pelos usuários. Se podemos baixá-las mais de uma vez, significa que os dados ficam armazenados nos servidores da empresa. Em todos os processos judiciais em que o WhatsApp foi acionado para cooperar com a Justiça brasileira fornecendo informações de conversas, a companhia informou que não armazenava dados de usuários, dizendo que eles apenas passavam por seus servidores enquanto não chegavam aos seus devidos destinatários. Por não colaborar com as investigações, o aplicativo chegou a ser bloqueado no país repetidas vezes.

Com o novo recurso, é possível fazer o download de imagens apagadas que foram enviadas no aplicativo em julho de 2017. Vale notar que o novo recurso não funciona se você tiver apagado a mensagem no WhatsApp que continha o anexo desejado. Ainda não se sabe se o recurso será oferecido aos usuários de iPhones, por conta da diferença na gestão de dados em relação ao sistema Android. (Varela Noticias)

Qual a idade certa para dar um smartphone ao filho?

Cada adulto tem a sua forma de educar mas, generalizando o caso, podemos dividir os pais em dois grupos: os que deixam os filhos ter o seu próprio smartphone desde cedo e os que adiam ao máximo o uso desta ferramenta. Dos que mais se preocupam com os efeitos deste aparelho – tanto pelos perigos que o fácil acesso à internet acarreta como pelos efeitos da radiação emitida – muitos se uniram a favor do movimento ‘Wait until 8th’ (Espera até ao 8º ano), criado com o intuito de diminuir a pressão social que muitos sentem e que os leva a deixar os seus filhos terem um smartphone porque ‘todos os colegas já o têm’.

O movimento foi criado há poucos meses e rapidamente ganhou visibilidade e seguidores através das redes sociais. Foi criada por uma mãe de três crianças de Austin, no Texas, que se preocupou ao ver que as crianças possuíam os seus celulares cada vez mais cedo, havendo até casos de colegas do seu filho mais novo que usavam iPhones ainda na pré-escola.

Ainda que o movimento tenha nascido da preocupação natural de uma mãe, a responsável pelo movimento baseou a escolha do oitavo ano (cerca de 13 anos de idade) na leitura de vários estudos sobre o tema, que apontaram problemas provenientes do uso prematuro de smartphone como cyberbullyng, dificuldades de dormir ou falta de concentração. (Noticias ao Minuto)

Facebook confirma que espia conversas no Messenger

Foto: Divulgação

O Facebook confirmou à Bloomberg o que praticamente todos já suspeitavam. Tal como acontece na rede social, à empresa de Mark Zuckerberg analisa as conversas que tem através do aplicativo de mensagens ‘Messenger’, o que pode ser visto por muitos como uma invasão à privacidade.

A análise das conversas do Messenger da parte do Facebook não diz respeito apenas ao texto, mas também a imagens ou links. Apesar disto, a empresa garante que tem bons motivos para espionar os diálogos, explicando que analisa para se certificar que não está acontecendo qualquer tipo de abuso.

“Por exemplo, se no Messenger você envia uma fotografia, os nossos sistemas automatizados analisam usando tecnologia de comparação de fotografia para detectar imagens de abuso de crianças, ou quando envias um link, analisamos para sabermos se tem software malicioso ou vírus. O Facebook desenvolveu estas ferramentas automáticas para que possamos impedir rapidamente comportamento abusivo na nossa plataforma”, diz o comunicado enviado por um representante da rede social. (Noticiais ao Minuto)

Facebook notificará usuários que tiveram dados violados

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

O Facebook anunciou nesta quinta-feira (05), que a partir do dia 9 de abril começará a notificar os usuários da rede social que tiveram seus dados usados ilegalmente pela consultoria britânica Cambridge Analytica. De acordo com os dados divulgados quarta-feira (04), pelo diretor de tecnologia do Facebook, Mike Schroepfer, 87 milhões de pessoas tiveram seus perfis na rede social violados de forma imprópria para fins políticos.

Na Itália, o número de pessoas que podem ter tido seus dados usados ilegalmente passa de 214 mil. Além disso, as autoridades de privacidade do país anunciaram que irão pedir ao Facebook mais informações sobre os italianos envolvidos no escândalo. Já no Brasil, mais de 440 mil usuários podem ter sido afetados.

Nesta quinta-feira (05), a Austrália também anunciou medidas contra o Facebook devido ao escândalo e revelou que abriu uma investigação formal para avaliar se a rede social violou as regras de privacidade da nação. Mais de 310 mil australianos tiveram seus dados violados. (Informação: ANSA)

Com possibilidade de não usar postes, provedores discutem conectividade na Bahia

Foto: USP Imagens/ Fotos Publicas

Empenhado em estimular ações mais ostensivas por parte do governo e refletir sobre as dificuldades que entravam o desenvolvimento e a expansão das empresas provedoras de internet na Bahia, o segmento promove um grande encontro nesta segunda-feira, 2 , no auditório da UPB, no Centro Administrativo da Bahia – CAB, a partir das 8:00h.

O evento, promovido pela Associação de Provedores da Bahia  – PROBAHIA  e Sindicato das Empresas de Internet do Estado da Bahia – SEINESBA, vai reunir representantes credenciados de todo o estado, envolvendo cerca de 1.200 provedores regionais que atuam nos 417 municípios baianos, sendo 430 já outorgados pela Anatel.

Na pauta de discussão foram incluídos temas considerados cruciais para a categoria, a exemplo do compartilhamento de poste de energia elétrica, o direito de passagem das fibras óticas pelas rodovias, a redução da carga tributária sobre os serviços de telecomunicações e a criação de linhas de crédito específicas para o setor. (mais…)

Voltar à página inicial