A Prefeitura Municipal de Varzedo, no Recôncavo baiano, realizou na última terça-feira (12/02), uma Audiência Pública para discutir com a comunidade a construção de um novo cemitério municipal, já que o atual não tem mais espaço para sepultamentos.

Durante a audiência, que aconteceu no Centro Cultural, a secretária de Administração do Município, Juliana Pedreira, apresentou detalhes do projeto, principalmente um vídeo em 360º da obra, além de estudos financeiros e a apresentação de outros dados relacionados ao assunto, tendo como finalidade esclarecer e ouvir os varzedenses.

Em entrevista a Clube FM, nesta quinta-feira (14), o prefeito Ari Bahia falou que desde abril de 2018 vem lutando para construir o novo cemitério. “Nós desapropriamos o terreno, estamos esperando agora a resposta da justiça, tenho certeza que o juiz vai olhar pelo povo e vai dar a sentença da desapropriação essa semana”, disse.

Além do terreno, segundo o prefeito, o município precisa tomar um empréstimo de R$ 750 mil reais para construir o novo cemitério, empréstimo esse que deve ser autorizado pela Câmara Municipal. “Espero que os vereadores de Varzedo, que procuraram a mídia para falar o que eles acham, que ouçam o povo e vejam o que o povo está precisando”, acentuou Bahia.

O prefeito concluiu lembrando que na próxima sessão, o projeto que autoriza o empréstimo junto ao Desenbahia, estará na Câmara para ser discutido, mas caso não seja aprovado ele tem um plano B. Sua equipe está coletando assinaturas de moradores de Varzedo, e se mais de 5% da população varzedense assinar, em torno de 400 pessoas, independe do vereador querer ou não para que o empréstimo seja feito.

Varzedo: Prefeitura realiza Audiência Pública para discutir construção de novo cemitério - varzedo, noticias, destaque

Foto: Divulgação/ PMV

Participaram da audiência pública o advogado do município Fernando Grisi Jr, a contadora Pollyana Silveira, o representante do Desenbahia Ramon Almeida, o prefeito Ari Bahia, o vice Gilmar Bitencourt, os vereadores José Adeládio (Nau de Belo,) Antônio Vasconcelos (Toinho de Darino) e Jucelia, além da população.

Texto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

MATÉRIA RELACIONADA: Varzedo: Pinto de Playboy explica porque é contra o empréstimo para construção de cemitério