O homem acusado de torturar a companheira grávida em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, teve o pedido de prisão  solicitado à Justiça. O crime ocorreu na terça-feira, dia 13.

A medida foi pedida pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). Segundo a polícia, o acusado esfaqueou a vítima e chegou a queimar as partes íntimas da mesma. A vítima, que está no quarto mês de gestação, foi socorrida e levada para um hospital.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Bahia Noticias