A mulher que destruiu 15 caixas eletrônicos em uma agência bancária no município de Santo Antônio de Jesus (BA) foi identificada pela Polícia Civil e liberada após familiares apresentaram relatórios que comprovaram que ela tem transtornos mentais.

De acordo com o delegado que investiga o caso, Cleberton Barreto, a irmã da mulher foi ouvida na delegacia e levou os relatórios do tratamento que a mesma faz no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Santo Antônio de Jesus. Cleberton Barreto pediu guias para realização de perícia no local do crime e a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar os danos materiais na agência bancária.

A mulher, no entanto, não foi autuada em flagrante justamente diante da sua condição. O caso aconteceu na manhã de quarta-feira, dia 2, quando a mulher não conseguiu sacar dinheiro nos equipamentos. Ela utilizou uma pedra para danificar os 15 caixas eletrônicos e depois fugiu do local, sendo presa posteriormente no bairro Salgadeira

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1