Uma eleitora e um mesário foram levados à Delegacia Territorial de Santo Antônio de Jesus neste domingo, dia 30, após denúncia de crime eleitoral. Jackeline Cortes, conhecida como Bilu, estava votando no Colégio Santo Antônio, quando foi acusada pelo presidente da seção, Eliseu dos Santos, de ter fotografado a urna.

Eliseu falou que Jackeline fez dois movimentos como se estivesse tirando foto, disse também que ao chamar a atenção da eleitora a mesma saiu correndo. Jackeline negou a acusação, afirmando que seu celular foi entregue a um policial assim que ela chegou na Delegacia e que não foi constatado foto de urna na galeria do aparelho.

O mesário Eliseu dos Santos e Jackeline Cortes, que é diretora de Cultura em Santo Antônio de Jesus, foram ouvidos pela delegada plantonista Drª Patrícia Jacques. O caso será investigado pela Polícia Civil. Vale lembrar que fotografar a urna no momento da votação é crime eleitoral por violar o sigilo do voto, cuja pena varia de 6 meses a 2 anos de prisão.

Matéria: Tribuna do Recôncavo

Assista as entrevistas abaixo: