A Polícia Civil autuou em flagrante por tentativa de homicídio um turista capixaba que agrediu uma artesã com um golpe conhecido como ‘mata-leão’, em Caraíva, Porto Seguro (BA). O ataque ocorreu na tarde de quarta-feira, dia 4, enquanto a vítima, de 43 anos, comercializava seus produtos próximo a pousada onde o acusado estava hospedado.

Lorenzo, de 26 anos, foi contido por um grupo de pelo menos sete pessoas. Os policiais foram acionados e o encontraram amarrado, com diversos hematomas pelo corpo. Na delegacia, o homem declarou que estava na localidade há três dias e que não teve a intenção de matar a mulher.

No depoimento, o turista declarou que, através de um espelho que estava junto aos objetos expostos pela artesã, teve uma visão paranormal, na qual “entidades malignas arrastavam a mulher para o inferno”. E, na tentativa de impedir que ela não fosse levada por “espíritos obsessores”, a segurou pelo pescoço. A artesã, que é de Minas Gerais e está em Caraíva há menos de uma semana, confirmou que não conhecia Lorenzo e que ele a arrastou pelo pescoço durante mais de cinco minutos.

O turista, que é praticante de jiu-jitsu, está custodiado no Distrito Integrado de Segurança Pública, Disep, na cidade de Porto Seguro, pois o crime é hediondo e não cabe fiança. Como não estão acontecendo audiências de custódia, devido ao recesso judiciário, ele aguarda a análise do caso por um juiz plantonista.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Fonte: Radar News via Bahia Noticias