O governador eleito e diplomado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, apresentou nesta quarta-feira, dia 28, mais sete nomes que irão fazer parte do novo Governo do Estado, a partir de 2023. Os titulares das secretarias do Desenvolvimento Urbano (Sedur); da Cultura (Secult); do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE); do Desenvolvimento Econômico (SDE); da Comunicação (Secom); da Política para as Mulheres (SPM); e da Superintendência de Políticas para os Povos Indígenas, vinculada à Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais (Sepromi), foram anunciados à imprensa no auditório da Desenbahia, sede do Governo de Transição, em Salvador, na tarde desta quarta-feira (28).

Confira a lista:

  1. SEDUR – Jusmari Oliveira
  2. SECULT – Bruno Monteiro
  3. SETRE – Davidson Magalhães
  4. SDE – Ângelo Almeida
  5. SPM – Elisângela Santos Araújo
  6. SECOM – André Curvello
  7. Superintendência de Políticas para os Povos Indígenas (SEPROMI) – Patrícia Pataxó

Com o anúncio desta quarta, já são 21 secretarias com titularidade definidas. Restam apenas os gestores de quatro secretarias: Segurança Pública (SSP); Administração (Saeb); Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti); e Planejamento (Seplan). Esses nomes serão divulgados nos próximos dias por Jerônimo Rodrigues.

Nomes já definidos

No último dia 22, foram apresentados por Jerônimo a procuradora Bárbara Camardelli para a Procuradoria Geral do Estado e as secretárias Ângela Guimarães, para a Sepromi, e Larissa Gomes Moraes, para a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS). Na ocasião, também foram anunciados os secretários Eduardo Sodré Martins, no Meio Ambiente (Sema); Osni Cardoso, no Desenvolvimento Rural (SDR); e José Antônio Maia Gonçalves, que continua à frente da Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap).

Os outros nomes apresentados em 22 de dezembro foram Nivaldo Millet, novo coordenador de Políticas para a Juventude, estrutura que estará vinculada à Secretaria de Relações Institucionais (Serin); e Tiago Pereira da Costa, coordenador-geral do Programa Bahia sem Fome, setor criado na reforma administrativa e que estará ligado à Casa Civil. O deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), presente no evento, foi confirmado como líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

Na primeira coletiva de anúncio do secretariado, em 19 de dezembro, foram anunciados os seguintes nomes para o quadro de gestores do Estado:

– Chefia de Gabinete do Governador: Adolpho Loyola

– Casa Civil: Afonso Florence

– Secretaria de Relações Institucionais (Serin): Luiz Caetano

– Saúde (Sesab): Roberta Santana

– Educação (SEC): Adélia Pinheiro

– Justiça e Diretos Humanos (SJDH): Felipe Freitas

– Assistência e Desenvolvimento Social (Seades): Fabya Reis

– Infraestrutura (Seinfra): Sérgio Brito

– Fazenda (Sefaz): Manoel Vitório

– Agricultura (Seagri): Tum

– Turismo (Setur): Maurício Bacelar

ASCOM