Para promover uma formação e integração das políticas públicas da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) foi realizado nesta segunda-feira, dia 22, no município de Ituberá (BA), o Seminário de Avaliação das Atividades de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER). Estiveram presentes técnicos e técnicas que atuam no serviço de ATER do projeto do Estado da Bahia, Bahia Produtiva, e da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Agentes Comunitários Rurais (ACR), representantes de prestadoras de ATER, de consórcios públicos e da sociedade civil.

Os representantes do Consórcio dos Municípios do Baixo Sul (Ciapra) apresentaram as ações, junto à SDR, para potencializar a produção de cacau no território Baixo Sul, por meio do Projeto Cacau Mais. O Programa Cacau Mais tem como objetivo elevar a produtividade da lavoura cacaueira, para 80 arrobas por hectare em três anos, aplicando novas técnicas de manejo. Visa ainda aquecer a economia territorial e propiciar aos agricultores e agricultoras familiares mais geração de renda e qualidade de vida no campo.

O presidente da Associação Beneficente de Pesca e Agricultura de Ituberá (ABPAGI), Domingos  Conceição, destacou a importância da assistência técnica e extensão rural (ATER) na organização da produção. “A partir da assistência técnica a gente conseguiu planejar nossa produção com uma qualidade bem melhor. Conseguimos também organizar a questão das vendas, dar uma maior assistência ao produtor lá no campo e, assim, aumentar tanto a produção quanto a comercialização”.

Ituberá: Seminário apresenta ações de assistência técnica e extensão rural - noticias, itubera, bahia

Foto: SDR/CAR

Outras ações

No município de Ituberá, a Bahiater já emitiu 438 Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAP) e 1.020 estão ativas. Por meio das equipes técnicas estão sendo realizadas ainda outras atividades como o Curso de Introdução a Agro-Homeopatia, está em execução a Chamada Pública ATER Mulher, que conta com diagnóstico, oficinas e rodas de conversas. Também está em execução, em toda a Bahia, a Chamada Pública ATER Agroecologia, e foi formada uma Comissão Técnica Regional de Prevenção e Controle de Crosta Negra de Seringais, além da realização de discussões com instituições financeiras para viabilizar o acesso ao crédito.

Segundo o presidente da Adscaf, Manoel Sales, os três convênios firmados via Bahia Produtiva nos sistemas produtivos de mandioca, cacau e quintais produtivos estão em plena execução. “Estamos construindo uma unidade de beneficiamento da mandioca e uma unidade de beneficiamento das amêndoas de cacau para a produção de nibs e chocolate. Além disso, as 76 famílias que possuem os quintais produtivos já estão comercializando ovos”.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: SDR/CAR