Cerca de 100 mil pessoas aguardam na fila de espera pela emissão de passaportes, de acordo com a Polícia Federal. Segundo o órgão, não há previsão de retomada do serviço. O atraso no processo tem ocorrido pela falta de orçamento.

Todos que estão na fila para receber o documento já fizeram os trâmites necessários para obtê-lo e, agora, esperam que ele seja impresso e entregue. Para obter um passaporte, cada cidadão precisa pagar uma taxa de R$ 257,25, dinheiro que vai para o Tesouro Nacional.

O uso do recurso depende, porém, da disponibilidade de espaço no Orçamento. A corporação afirmou aguardar um posicionamento do Palácio do Planalto, que deve definir a liberação de um crédito suplementar no valor de R$ 31,5 milhões para o serviço de passaporte.

Na última quinta-feira (15), o Congresso chegou a aprovar um projeto de lei para viabilizar a verba extra. Agora, depende da sanção do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Metro1