Como transformar textos de romances em um roteiro de cinema ou adaptação para televisão é o tema da Oficina de adaptação literária para teledramaturgia que acontece no dia 3, primeiro dia da programação do espaço Geração Flica. Destinado a fomentação de novos leitores, o local faz parte da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), que acontece de 3 a 6 de novembro.

Mestre e Doutor em Teledramaturgia Brasileira e Latino-Americana pela Universidade de São Paulo – USP, Mauro Alencar é autor A Hollywood Brasileira – Panorama da Telenovela no Brasil (laureado na Feira de Frankfurt) e da coleção Grandes Novelas, membro da Academia Internacional de Artes y Ciências da Televisão de Nova York (EMMY) e consultor Internacional de Telenovela e Séries de Ficção.

Alencar também é responsável pelas adaptações de Selva de Pedra, O Bem-Amado, Pecado Capital, Roque Santeiro e Vale Tudo para a coleção Grandes Novelas. Seu mais recente lançamento foi o livro Um Século de Paulo Gracindo, o eterno Bem-Amado, escrito em parceria com Gracindo Junior. Escreveu também, com Eliana Pace, a biografia da atriz Nívea Maria para a coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo: Nívea Maria – Uma Atriz Real. Colaborou em livros que abordam o universo da telenovela, como o pioneiro Memória da Telenovela Brasileira, de Ismael Fernandes; Roteiro de Leitura: A Escrava Isaura, de Carlos Emílio Faraco, e o Dicionário da TV Globo.

É considerado por jornais, rádios e revistas como um dos maiores especialistas sobre telenovelas no mundo. Por sua qualificação foi convidado a conhecer emissoras como a Televisa e TV Azteca (México), Telemundo (Miami), Telefe (Argentina), RCN e RTI (Colômbia), ICRT (Cuba), MBC, KBS e SBS  (Coreia do Sul), NHK,  Fuji TV (Japão), CCTV (China) e TVN Média (Panamá); além de ter prestado assessoria para as maiores emissoras de TV do Chile – TVN (Televisión Nacional de Chile) e Universidad Católica (Canal 13).

Suas atividades na televisão incluem consultoria, pesquisa e redação para a Rede Globo, desde 1992, e aulas de Teledramaturgia em Oficinas promovidas pela emissora onde permaneceu por quase trinta anos.  É membro da Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação; da ALAIC – Asociación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicación; da LASA – Latin American Studies Association, além de integrar a International Academy of Television Arts & Sciences (Academia Internacional das Artes e Ciências Televisivas), em Nova York, com participação de voto no Emmy (categoria Telenovela/ Série/ Ator e Atriz).

Geração Flica – Criado para fomentar a leitura entre os jovens, é um ambiente de muita potência crítica e criativa, com o objetivo de ressoar a voz da juventude e fazê-los conversar com a literatura.

A primeira mesa da Geração Flica foi batizada de `E fora do stories, você está bem?. Mediada por Victória Alves, contará com Claudio Thebas e Alexandre Coimbra. Jhordan Matheus e Matheus Buente estão na Quando Fazer Rir Também É Um Grito De Protesto.

No dia 4, Kátia Maria e Adriel Bispo participam do bate papo Cabelo Ruim? Que Mal Ele Te Fez? Com mediação de Wynne Carvalho. Na sequência, Ludmila Singa, Jessika de Oliveira e Suellen Massena falam na mesa Estrofes, versos, poesias e outras produções literárias, com mediação de Val Benvindo.

Victor Fernandes e Matheus Peleteiro abrem o dia 5 com a mesa Livros, filtros e outras formas de escrever nas redes e a mediação de Enderson Araújo. O dia segue com a mesa Poesia Que Conecta com Lukete e Juzé e mediação de Roger Ferreira. Ryane Leão e Esteban Rodriguez estão na `Vivências: Versos de Coragem´ com medição de Mariana Madelin.

Sobre a Flica Com primeira edição em 2011, há 10 anos a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) se estabelece como um dos principais encontros literários do Brasil, tornando-se um local de reunião de multidões criativas de todas as origens. A festa nasceu e se afirmou no Recôncavo da Bahia, no município de Cachoeira, região estratégica para o entendimento do desenvolvimento socioeconômico e cultural do Brasil e pano de fundo para escritores como Gregório de Matos, Castro Alves, João Ubaldo Ribeiro e Jorge Amado. O evento é uma realização da Fundação Hansen Bahia em parceria com a CALI – Cachoeira Literária, conta com o patrocínio da Bahiagás e do Estado da Bahia e tem a LDM como livraria oficial, com apoio da Prefeitura de Cachoeira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia -UFRB e Instituto Ibirapitanga.

Agenda

10ª edição Festa Literária Internacional de Cachoeira – FLICA

Quando: 03 a 06 de novembro (quinta-feira á domingo)

Aberto ao Público