A cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano, encerrou neste domingo, dia 6, a 10ª edição da FLICA – Feira Literária Internacional, evento que teve início no dia 3, reunindo artistas de diversas áreas: escritores, poetas, músicos, cordelistas, cineastas e compositores que apresentaram ao público as suas produções.

Com o tema LIBERDADE E LITERATURA BRASIS a Programação da FLICA foi realizada em diferentes espaços simultaneamente, contando com a participação de escritores e poetas locais, regionais, nacionais e internacionais que explanaram sobre suas trajetórias e produções literárias, com destaque para a poética do Recôncavo, a poética de autoria feminina, preta e LGBTQIA+,  enfatizando temas pertinentes como ancestralidade, literatura contemporânea, a   poesia de autoria indígena e moçambicana e a cultura afro-brasileira.

Lançamentos de livros, saraus, oficinas literárias, exibição de filmes, mostra de artes visuais, contação de histórias, apresentações artísticas e samba de roda, abrilhantaram a FLICA que recebeu milhares de visitantes e foi encerrada em grande estilo com a participação da cantora e compositora Margareth Menezes, que discorreu sobre a sua trajetória artística encantando o público com sua potente voz na noite de sábado e no domingo com a participação especial da banda afro ILÊ AIYÊ, que arrastou a multidão pelo Centro da cidade com um memorável espetáculo.

Para a poeta, professora, escritora e colunista do Tribuna do Recôncavo, Maria do Carmo (Carminha), que acompanha a FLICA desde a sua 2ª edição, este evento é de grande relevância para o fomento da leitura,  da formação de novos escritores e do resgate da cultura literária que deve ser iniciada na infância,  reconhecendo também a importância da poesia contemporânea como difusora das  vivências humanas, permeadas por lutas, desafios e conquistas onde os escritores e o leitores são autores sociais da História.  Neste domingo, no Sarau dos Poetas realizado na Tenda Paraguaçu, Maria do Carmo participou recitando o poema IDENTIDADE NORDESTINA e ELO que integram o seu segundo livro de Poesias, RECOMENDAÇÕES POÉTICAS. A escritora mutuipense Neide Thethê também participou do Sarau recitando um poema autoral.

Matéria: Maria do Carmo/ Tribuna do Recôncavo